Disney pode ser processada por apropriação cultural

Uma petição online que já conta com mais de 40 mil assinatura acusa a Disney de “roubar” a expressão “Hakuna Matata”, imortalizada no amado desenho “O Rei Leão”. A expressão foi registrada pela Disney como se pertencesse à empresa, mas ela faz parte da língua suaíli, falada em alguns países da África.

Apesar de ter sido usada corretamente no filme de 1994, as palavras que significam “sem preocupações”, são usadas por muitos povos africanos em suas culturas. A apropriação cultural aconteceu quando a Disney registrou a expressão em 2003. Acontece que o ativista do Zimbábue Shelton Mpala, autor da petição, deixou claro que por se tratar de um idioma ativo e largamente utilizado, as palavras não podem ser patenteadas.

Mpala, em sua petição, além de pedir que a Disney abra mão do registro da expressão, ainda acusa a gigante das animações de 0roubo e colonialismo. Seu texto diz o seguinte: “se formos seguir essa linha, então todos que falam inglês devem royalties para os britânicos e todos que falam francês para a França. Se junte a nós e diga não à Disney ou qualquer outra corporação ou indivíduo tentando registrar marcas, termos ou frases que não inventaram”.

Esse pode ser um duro golpe, já que a Disney se prepara para lançar, em 2019, a versão em live-action de “O Rei Leão”.

 

LEIA MAIS

 

Comentários

Tatiana Linhares. Muitas. Jornalista. Mineira. Tatuada. Outono e primavera. Pão de queijo. Livros. Música. Revistas. Cinema. Teatro. Futebol. Cruzeiro. Viagens de carro. Areia e mar. Esmalte colorido. Cerveja gelada. Família grande. Incontáveis amores. Paixonites agudas. Saudade. Simplicidade. Palavras