Dificuldades em obter patrocínio encurtam o 44º Festival de Inverno de Itabira

Durante a reunião do Conselho Municipal de Política Cultural de Itabira (CMPCI), a conselheira e chefe do Departamento de Produção e Promoção Artística (DPPA) da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), Claudete Aparecida Viana, afirmou que o 44º Festival de Inverno de Itabira está estimado em R$ 400 mil. O evento chegou a ser aprovado na Lei Rouanet, mas, mesmo assim, tem encontrado dificuldades em captar patrocinadores  dispostos a custear a principal atividade do calendário cultural de Itabira, Minas Gerais.

Com isso, a edição deste ano do Festival de Inverno acontecerá em período reduzido, de 20 a 29 de julho. Em edições anteriores, o evento chegou a ser realizado durante todo o mês de julho ou com duração mínima de 15 dias. Para tentar viabilizar um período maior de atrações culturais, a FCCDA, segundo informou Claudete Viana, chegou a procurar a Vale, que optou por não patrocinar a iniciativa via Leia Rouanet.

Além da mineradora, a FCCDA entrou em contato com outros possíveis patrocinadores, mas sem sucesso. Apesar das negativas em busca de apoiadores, a entidade gestora da cultura itabirana mantém em aberto até às 17h do dia 29 de junho o edital para a formalização de patrocínios ou apoios culturais, tanto para pessoa física quanto para pessoa jurídica.

Programação

Nesta semana, a FCCDA divulgou as propostas classificadas no edital que regulamenta a seleção de projetos artísticos para o 44º Festival de Inverno de Itabira. Inicialmente, essa divulgação aconteceria no dia 30 de maio, mas, devido a greve de caminhoneiros que paralisou o Brasil, o cronograma precisou ser alterado, já que as instituições públicas de Itabira entraram em ponto facultativo.

Esse atraso também afetará a divulgação da programação oficial do Festival de Inverno. De acordo com Claudete Viana, a previsão é de que a agenda do evento seja divulgada apenas na quarta-feira, 20 de junho. Até lá, a FCCDA deve finalizar a contratação dos artísticas e projetos responsáveis por movimentar culturalmente as noites itabiranas.

LEIA MAIS

Comentários