Conheça os 12 classificados para a etapa de apresentações ao vivo do Festival da Música de Itabira

A Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), com o apoio da Prefeitura de Itabira, lançou no mês de outubro o edital para o Festival da Música de Itabira. O evento é apontado como uma oportunidade para que artistas, bandas, produtores, donos de casas de shows e público possam realizar um intercâmbio cultural, conhecendo assim novas produções e representantes da música. A FCCDA é a organizadora do Festival e tem o site Trem das Gerais, a Origami Propaganda e o Bristol Hotel como parceiros da iniciativa.

Durante todo o mês de novembro, os interessados puderam se inscrever para a primeira fase do Festival. As inscrições se encerraram no dia 2 de dezembro e, durante o processo, a FCCDA recebeu, ao todo, 37 propostas de músicos e bandas de todo o país interessados em participar do Festival da Música.

Nessa primeira etapa, os inscritos mandaram links de vídeos e áudios de músicas autorais e não autorais. Suas propostas foram avaliadas pela comissão técnica formada pelo itabirano Gabriel Muzzi, pelo guitarrista de Bom Jesus do Amparo Ivan Fonseca e pelo monlevadense Daniel Bahia. Eles deram notas aos candidatos nos seguintes quesitos: coerência do material, repertório e domínio dos instrumentos e da voz, interpretação, performance e qualidade técnica da produção própria. Os de maior pontuação formam a lista dos 12 classificados. São eles:

2 DEDO
Formada em 2013 na cidade de Mariana (MG), a banda mescla em seu repertório composições autorais com covers de bandas consagradas da década de 70 como Black Sabbath, Grand Funk Railroad, Deep Purple, entre outras. Vencedora do concurso “Festival de Bandas Universitárias Skol 2015”, o grupo ainda movimenta o cenário local ao promover o festival “Rock Generator”.
Formação: Christiano Silveira (vocal), Tiago Barcelos (guitarra), Fabiano Silveira (baixo e backing vocal) e Duillian Bretas (bateria).

BEAR ME AGAIN
Banda belorizontina de Indie Folk Alternativo surgida em 2012. Com letras poéticas que envolvem questões antropológicas e teológicas, tanto quanto o cotidiano e o ordinário de forma contemplativa, o Bear Me Again tenta trazer uma nova abordagem ao Indie nacional.

Tem influências de diferentes bandas e estilos, como Coldplay, Kings of Leon, Mumford & Sons, Johnny Cash e U2, dando-lhes um estilo musical indescritível e abrangente.
Formação: Wendhell Werneck (voz e violão), Luis Lopes (baixo e backing vocal), Diego Ernane (guitarra e backing vocal) e Gabriel Martins (bateria).

DIDÁTICOS
Formada no final do ano de 2007 em Betim (MG), a banda Didáticos vem buscando responder, por meio da música, perguntas existenciais como: “há uma lógica pra tudo isso?”, “a razão te satisfaz?”, “aonde podemos ir além daqui?”.

Apostando suas fichas no trabalho autoral, a banda lançou em 2012 seu primeiro trabalho profissional, um EP contendo seis faixas, dentre elas o primeiro single da banda, “Mente Sã”, que teve um videoclipe lançado em 2011. Outra faixa conhecida do público, “De Novo Pra Mim”, é a atual música de trabalho da banda e já conta com um webclip no canal oficial da banda no Youtube. Outras quatro faixas completam este lançamento: “Cara Limpa”, “Maitê”, “6:00 am” e “Ela, o Sol”. Em 2015, a Didáticos lança mais dois singles, “Na Cara do Gol” e “Identidade”, e já se prepara para um novo CD.
Formação: Philipe (voz), Dú (guitarra), Law (guitarra), Juninho (baixo) e Bira (bateria).

DR-80
Após mais de 20 anos de amizade e 10 anos de experiência musical, nasceu no início de 2010 a banda DR-80. O grupo, além de celebrar a amizade entre três pessoas, faz um som que transmite bastante energia nas suas melodias e mensagens, com conteúdo do dia a dia de uma sociedade cada vez mais individualista e caótica. O nome DR-80 deriva das iniciais dos integrantes (Del, Rodrigo, e Rafael) e da década em que todos nasceram.

O DR-80 começou suas atividades na cidade de Itabira (MG), de onde todos os integrantes são naturais. As principais influências do grupo em suas composições são bandas de rock e suas vertentes, tais como Grunge, Heavy Metal e alternativo. Em 2011 a DR-80 lançou o single “Essa Mulher”, com ótima aceitação do público, que levou a canção a ocupar o Top 10 de algumas rádios da região.
Integrantes: Del Torres (baixo e vocal), Rodrigo Rodrigues (guitarra) e Rafael Fontes (bateria).

D’LITHIUM
Banda de Rock fundada em 2004 pelos irmãos Fabricio e Ulisses Souza Costa. A banda já participou de vários shows na cidade de Itabira no cenário independente, com destaques para os eventos executados em 2013: “Rock na Praça” e “Rock Fazenda”. Atualmente está em estúdio gravando uma “demo” para divulgação do seu primeiro álbum, que se chamará “Metal is Metal”.
Integrantes: Fabrício (guitarra e vocal), Ulisses (bateria e vocal) e Maycon (baixo e vocal).

EDNARDO
“O Karma Surta vem da seguinte ideia: se acreditarmos em nosso karma (carma) ou que nossos destinos já estão traçados, definidos ou cruzados, iremos surtar de vez. Desde que iniciei nos acordes do violão (em meados da década de 90), sempre tive a vontade de compor. Sempre quis me expressar via textos, blogs, discursos e música. A ideia de gravar minhas composições vem de muito tempo, mas sempre faltava algo: bons instrumentos, bom estúdio, boas ideias, bons músicos… Mas, em 2015, tudo acima convergiu e então pensei: é agora! Comecei com uma música, passei pra três até fechar com seis. E, assim, surgiu o EP ‘Karma Surta’. Como diria Nietzsche: ‘eu estava grávido de ideias’… e tudo, finalmente, deu certo”.

A ideia do disco “Karma Surta” era ser algo conceitual que seguisse uma linha de pensamento. O tema central do disco é mudança. Sendo assim, o nome Karma Surta vem a calhar, ou seja, as repetições certamente podem nos surtar.
Formação: Ednardo Merlo (guitarra e vocal), João Victor (guitarra e vocal), Joni Amorim (guitarra e vocal), Thiago Sampaio (baixo e vocal) e Policarpo Araújo (bateria).

PAROLA
Idealizada em 2010, a Parola é uma banda independente de Rock alternativo nascida da cena underground da região metropolitana do Rio de Janeiro. No ano de 2011 lançou seu primeiro trabalho, o EP “Da Porta pra Dentro”. Por meio desse lançamento a Parola passou pelas principais casas de Rock autoral do Rio de Janeiro, apresentando suas composições com um show enérgico.

Desde fevereiro de 2013 a Parola se manteve distante dos palcos, trabalhando na produção do seu primeiro álbum. Intitulado “A Parte Nublada do Céu”, o disco é composto por 10 faixas, dentre elas algumas regravações do primeiro trabalho. Seu lançamento se deu no dia 17 de maio de 2015.
Formação: Igor Pestana (vocal), Chahden Mounzer (guitarra), Zé Moreira (baixo) e Lucas Santos (bateria).

POSTURA
Surgiu em 2008 e, durante os quatro primeiros anos, o grupo fez várias apresentações em Minas Gerais, passando por mais de 10 cidades e algumas apresentações fora do estado, como as realizadas em São Paulo (SP) e Vitória (ES). Sempre com letras questionadoras e uma proposta positiva, a banda arranca gritos, suor e sangue de seu público com muita energia em suas músicas, com influências que vão do Hardcore melódico a algumas vertentes do New York. O grupo destaca-se pela qualidade musical, a coerência em cima e em baixo dos palcos. Gravou seu primeiro EP entre 2011 e 2012 que se chama “Resistir e Sempre Acreditar”.

Com uma nova proposta, ideias mais abertas e a energia cada vez maior, os “meninos” estão de volta lançando o segundo EP intitulado “Marta”. O álbum retrata experiências dos músicos que envolvem temas fortes como vícios, desigualdade, perspectiva de vida e diálogo.
Formação: Van Basten Moura (vocal), Liniker Moura (baixo), Cássio Oliveira (bateria) e Alex “Baraka” (guitarra).

RIVOTRIO
Power trio que mescla músicas brasileiras e internacionais, o grupo propõe ao público uma viagem às melodias inesquecíveis dos últimos 50 anos. Com um repertório pulsante, regado de altas doses de Rock, Blues, Funk e Soul, com composições autorais e releituras de grandes nomes como Elvis Presley, Ray Charles, James Brown e Tim Maia, a banda se compromete a não deixar ninguém parado. Acima de tudo, o show “Rivotrio sem Receita”, nome do primeiro disco, ainda em fase de gravação, tem a proposta de trazer prazer aos ouvintes por meio da boa música. Pode ser apreciado por pessoas de 0 a 130 anos e não tem contraindicações. Mas muito cuidado: pode causar dependência. Rivotrio, aprecie sem moderação!
Formação: Júlio Mengueles (baixo), Gustavo Carvalho (bateria) e Bruno Debrau (vocal).

THIAGO SKP
rapper itabirano Thiago SKP lançou em 2013 seu primeiro projeto solo intitulado “Eu só Volto com a Vitória”. Grande revelação de Minas Gerais nos últimos anos, é uma das promessas dessa nova geração do rap nacional. Música de essência com conteúdo, além da escrita muito bem elaborada, são as características do trabalho deste artista.

VICTOR COUTO
Quando tinha 12 anos de idade sofri um acidente em uma descida de montanha em Santa Maria de Itabira. Um traumatismo craniano me deixou em coma por quase uma semana no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Superei este acidente e, poucos meses depois, pedi minha mãe para me inscrever numa aula de violão e comecei a treinar todos os dias na minha casa. Por volta dos 13 anos comecei a expressar minhas emoções em papeis; assim, compus minha primeira música, “Camarote”. E assim, com o tempo, foram surgindo outras inspirações. Aos 15 anos gravei minha primeira música, “Fale o que Quiser”. Agora, estou com um projeto de gravar outra música, “Sinônimos de Amor”.

WEND ROCK
“Wend Rock in Acoustic” é um tributo ao Pop Rock nacional com repertório das bandas que marcaram gerações. O melhor do Pop Rock das décadas de 80 e 90 com pinceladas de músicas contemporâneas do gênero. Saudosismo com tempero inovador.
Formação: Willian (guitarra), Eder (violão), Nill (violão) e Diney (vocal).

PRÓXIMA ETAPA
Agora, os 12 melhores devem se preparar para encarar um novo júri e o público. Eles se apresentarão em shows na Fazenda do Pontal, entre os dias 14 e 17 de janeiro de 2016, em um espaço especialmente projetado para o evento. O júri é quem escolherá o primeiro e o segundo lugares, mas o público também poderá votar no seu candidato favorito.

O primeiro lugar receberá um prêmio de R$ 3.000,00 (três mil reais), o segundo lugar receberá R$ 2.000,00 (dois mil reais) e o vencedor do voto popular, R$ 1.000,00 (mil reais). Caso o candidato vencedor pelo júri técnico venha a sagrar-se também vencedor pelo voto popular, ambas as premiações serão cumuladas.

NOVIDADES
Em 2016 Itabira fará parte do itinerário de cidades brasileiras nas quais a tocha olímpica percorrerá, antecipando as Olimpíadas. Escolhida para ser uma das “cidades celebração” durante a passagem da tocha olímpica, Itabira se prepara para realizar uma grande festa. Planejada para acontecer em maio de 2016, a passagem do símbolo olímpico pela cidade, além do revezamento que percorrerá as principais ruas e avenidas itabiranas, também realizará um grande evento, organizado pelos patrocinadores Coca-Cola, Nissan e Bradesco, que inclui um show musical nacional e outras atrações locais.

Assim, visando fazer desta uma data inesquecível, a comissão local responsável por organizar essa grande festa, em parceria com a FCCDA, abrirá espaço para que o vencedor do Festival da Música de Itabira seja uma das atrações do evento. Portanto, além da premiação de R$ 3.000,00 (três mil reais), o grande vencedor será umas das atrações na festa da passagem da tocha olímpica.

E as novidades não param por aí. Além dessa incrível premiação extra, o Bristol Hotel, novo parceiro do Festival da Música, oferecerá no período das apresentações ao vivo, 30% de desconto em hospedagem para os integrantes das bandas classificadas que não quiserem ficar em alojamentos, bem como fãs e parentes que quiserem assistir aos shows da segunda fase.

12516601_920876974626724_688997486_o

Comentários