Comemorando 26 anos, Cia Candongas exibe online o espetáculo “As Grandes Lonas do Céu”

Espetáculo é uma releitura dos melodramas circenses e uma singela homenagem ao circo tradicional brasileiro; exibição abre as comemorações dos 26 anos da Cia Candongas

Hoje tem espetáculo? Tem sim senhor! E tem aniversário? Tem também, senhor! Para iniciar as celebrações dos seus 26 anos de atividades, a Cia Candongas exibe neste sábado, 29 de agosto, às 19h, o espetáculo “As Grandes Lonas do Céu”. A exibição será no Youtube e Facebook da companhia teatral. A exibição será realizada por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério do Turismo com patrocínio da Cemig e Copasa.

Com texto e direção de Fernando Limoeiro, o espetáculo “As Grandes Lonas do Céu” é uma das mais bem-sucedidas montagens da Cia Candongas ao longo dos seus 26 anos. A história se passa no final da década de sessenta, quando o Circo Teatro Mandacaru Sonhador enfrenta a fome, a miséria e a concorrência da televisão recém-chegada ao sertão nordestino. Na cidade de Brogotó, Pirulito – palhaço, visionário e proprietário do circo Mandaracu – luta para manter o circo vivo e com ele os sonhos de seus artistas e a alegria de seu público.

Desde a sua estreia, em maio de 2008, mais de 15 mil pessoas já assistiram à peça. Gustavo Bartolozzi, ator, diretor e gestor da Cia Candongas, credita o sucesso ao fato do espetáculo ser um melodrama poético. “É uma peça em que o público experimenta o choro e o riso. A montagem propõe também reflexões sociais e causa identificação na plateia, que desta vez será virtual, ao falar das belezas e da dura realidade do circo, tão presente no imaginário popular”, explica Gustavo que ressalta, também, a necessidade ainda maior de falar sobre as atividades circenses no período em que estamos passando. “São tempos difíceis para todos nós, mas o circo sempre enfrentou diversas e inúmeras dificuldades. Os artistas circenses sempre buscaram soluções para sobreviver, e em tempos de pandemia essa busca pela sobrevivência se faz ainda mais urgente. Esse é um dos aspectos que mantem o espetáculo atual e necessário. É preciso jogar luz sobre a realidade circense do nosso país”, defende Bartolozzi.

Além de Pirulito, “A Grande Lona do Céu” traz também Prixele, filha do severo Cabo Sessenta, que sonha em seguir o destino de sua mãe e fugir com o circo. Contudo, um segredo deixado por sua mãe está prestes a ser revelado para a jovem. No circo, Peroba, rumbeira e amante de Pirulito, também sonha em mudar de vida e fazer sucesso na televisão. O palhaço Rapadura e o mágico Manassés também compõem com muito humor a trupe do Mandacaru Sonhador que vai enfrentar Brogotó, além de todas as adversidades, o preconceito do Cabo Sessenta que odeia artista de circo.

Mas apesar do cenário pouco favorável, é em Brogotó que esses artistas estreiam o molodrama “Roseiral de Luz”, cuja apresentação é cercada de surpresas e emoções. “As Grandes Lonas do Céu” é fruto de vários meses de pesquisas e registros, em fotos e vídeos, sobre o cotidiano dos artistas circenses. A proposta do espetáculo foi baseada na investigação da realidade triste e, ao mesmo tempo, fantástica dos circos tradicionais. O espetáculo traz uma reflexão sobre essas formas populares do circo que excursionam pelas cidades do interior e periferias dos grandes centros urbanos, levando sua arte de estética própria.

Em cena, os seis atores: Antônio Rodrigues, Cláudia Henrique, Guilherme Théo, Gustavo Bartolozzi, Raquel Castro e Wagner Vasconcelos, resgatam ao público, o encantamento do picadeiro, dos números de palhaços, malabarismo, de mágicos, da dança, da música e dos melodramas circenses. A trilha sonora é de Fernando Muzzi.

Sobre a Companhia Candongas

Desde sua fundação em 1994, a Companhia Candongas dedica-se a estudar o teatro em suas múltiplas formas e manifestações. Seu principal objetivo é utilizar as artes cênicas como uma forma de expressão da cultura e do imaginário coletivo do homem, valorizando a cultural popular, em especial, a brasileira. Seus trabalhos trazem a forte marca de um teatro aberto, que busca um contato mais intenso com os espectadores.

SERVIÇO

Cia Candongas em “As Grandes Lonas do Céu”
Data e horário: 29 de agosto, sábado
Local: YouTube e Facebook
Patrocínio: Cemig e Copasa
Ingressos: Gratuito

Ficha Técnica:

  • Texto e direção: Fernando Limoeiro;
  • Assistente de direção: Wagner Vasconcelos;
  • Assistente de dramaturgia: Guilherme Théo;
  • Elenco: Antônio Rodrigues, Cláudia Henrique, Guilherme Théo, Gustavo Bartolozzi, Raquel Castro e Wagner Vasconcelos; Cenário e Figurino: Marcelo Xavier e Dudu Guimarães;
  • Cenotécnica: Nilson Alves;
  • Iluminação: Felipe Cosse;
  • Coordenação artística: Raquel Castro;
  • Preparação vocal: Valéria Braga;
  • Direção musical: Fernando Muzzi;
  • Vozes em off: Fernando Limoeiro e Magdale Alvez;
  • Técnico de som e luz: Alexsandro Rodrigues.

Informações: http://www.ciacandongas.com.br

LEIA MAIS

Comentários