Com influências do indie folk, NOAHS lança clipe de Suddenly

Banda catarinense na cena desde 2014 divulga vídeo dirigido pelos diretores do projeto Around The World In 80 Music Videos

NOAHS é uma banda brasileira de Indie Folk de Florianópolis, formada pelos irmãos Murilo e Danilo Brito, Bruno Bastos e Felipe Hipolito. Em 2014, estreou com o EP Cedar & Fire, ainda como um trio, contendo cinco músicas autorais em inglês. Dois anos depois, lançou o single Talk to Me e, no começo de 2017, o segundo EP, intitulado Rise, também com cinco faixas, foi lançado. Suddenly é uma das músicas do mais recente trabalho e estreia um clipe dirigido pela dupla Couple of Things, formada por Diana Boccara e Leo Longo, diretores responsáveis pelo projeto  Around The World In 80 Music Videos, que já produziu clipes de artistas como Pato Fu, Vanguart, Brothers Of Brazil, Vivendo do Ócio, Vespas Mandarinas e Selvagens À Procura de Lei.

No vídeo, o ator e dançarino, Leonardo Reis, representa um personagem que recém acordou de um acidente de carro. Inclusive, uma das cenas (quando o personagem vai elevando aos poucos) tem como referência a capa de Rise. Ora cambaleando, ora dançando, ora lutando contra si mesmo ao longo deste percurso de asfalto, o homem passa por cenas que parecem ser parte de um quebra-cabeça para compreender seu acidente. “Nossa proposta foi realizar um clipe subjetivo e um tanto quanto surreal, que leva o espectador a mergulhar tão fundo na música e na performance do dançarino que deixa pontos da história em abertos, para serem desvendados, deduzidos ou mesmo criados por quem a assiste – consciente ou inconscientemente. ‘Suddenly’ teve muitos dias de preparação e ensaios, mas a gravação em si não durou mais do que três horas num fim de tarde perfeito em Florianópolis“, conta Diana.

Leonardo também comentou sobre sua participação: “A coreografia e as cenas do clipe foram feitas com base no conflito interno. O personagem, ao se perceber atirado na rua, todo ensanguentado, não consegue ou não quer entender o que aconteceu para que ele esteja naquela situação. Então, se toca todo tempo pra perceber se está ali mesmo e conforme ele vai refazendo o caminho, vai encontrando certas respostas, e, aos poucos, parte dele entende que chegou o momento e com isso ele vai ascendendo aos poucos. Porém ele não quer aceitar que isso tenha acontecido de forma tão repentina e tenta de tudo pra trazer ele de volta. Cada vez com mais intensidade, até que chega o momento que ele pára e percebe que sim, está morto“.

A banda caracteriza-se pela voz marcante do Murilo e pelo instrumental atmosférico com elementos do Indie Rock e da música Folk, com instrumentos como o mandolin, o banjo e o ukulele. Sobre Suddenly, o guitarrista Bruno comenta: “Os instrumentos utilizados foram guitarra, violão, baixo, bateria órgão e piano. Todos os instrumentos foram gravados e tocados por mim em meu home studio. Para essa música foram utilizadas apenas as notas graves do órgão e do piano, marcando a tônica dos acordes, como se fosse um baixo. Esse, por sua vez, nem sempre marca a tônica dos acordes, criando tensão na música com uma linha mais repetitiva. Existem duas linhas de guitarra na maioria das partes da música, além de eventuais overdubs com reverbs e delays exagerados que criam uma espécie de ambiente etéreo a ela. A bateria foi sequenciada no computador baseada nas demos que a banda gravou nas jams em seu estúdio. Os vocais são praticamente um dueto entre Murilo e Bruno, o que no processo de composição da música acabou definindo um rumo completamente diferente ao qual ela vinha tomando originalmente“.

Assista ao clipe de “Suddenly”:

LEIA MAIS

Comentários