Coletivo Arredaí promove intervenção urbana sustentável na Serra dos Alves

As cidades, com seus parques e praças, foram pensadas para as pessoas. Porém, os espaços públicos muitas vezes são subutilizados e acabam não cumprindo o seu papel social de criar uma sociedade mais harmônica. Pensando nisso, o coletivo Arredaí vem se dedicando à revitalização dessas áreas e a estimular o pensamento sustentável na comunidade itabirana. De quinta-feira, 20 de abril, a sábado, 22 de abril, o coletivo promove uma série de ações na Serra dos Alves, zona rural de Itabira.

Na programação estão previstas atividades artístico-culturais, oficinas, limpeza das áreas comuns, manutenção do campo de futebol, dentre outras ações. Para participar dessa intervenção urbana basta estar disposto em contribuir com a manutenção dos espaços públicos da comunidade da Serra dos Alves e contribuir com a disseminação do pensamento colaborativo e sustentável.

“O Arredaí tem como princípio promover uma intervenção local em praças e espaços públicos ociosos, com palestras, oficinas, teatros e músicas de diversos estilos, como forma de abranger variadas formas intervencionistas e, com isso, tornar possível a reestruturação destes locais e o encontro de vários grupos sociais, entre eles homens, mulheres, jovens, adultos e crianças. Consiste também na reforma ou manutenção dos espaços escolhidos, aplicando roçada, capina, limpeza, pintura de todo o espaço comum, utilizando mão de obra profissional e, principalmente, a participação coletiva dos próprios sujeitos da comunidade envolvida”, explica o especialista em gestão empresarial e educação ambiental e sustentabilidade, Carlos Andrade, que também é idealizador do Arredaí.

Além de promover uma nova forma de as pessoas se relacionarem com a cidade, o coletivo trabalha a cultura do colaborativismo, que permite desenvolver o senso crítico e criativo por meio da pluralidade do pensamento, dos aspectos afetivos, morais, sociais e culturais. Isso contribui para o desenvolvimento da cidadania e na formatação de um espaço social mais democrático e plural.

“A ideia é sensibilizar a prática do colaborativismo e da solidariedade, considerando ainda que, por menor que seja a sociedade, os indivíduos serão notáveis em diferentes áreas de conhecimento e atuação, mas que quando somadas tornam-se ferramentas de grande potencial de transformação”, destaca Carlos Andrade.

A intervenção urbana coletiva na Serra dos Alves é aberta para qualquer pessoa, mas é importante lembrar que o local não possuí área de camping. Assim, é necessário reservar hospedagens na comunidade da zona rural. Para maiores informações sobre onde ficar basta consultar a página do coletivo Arredaí no Facebook.

Essa é a segunda intervenção urbana promovida pelo coletivo Arredaí, que anteriormente havia atuado na revitalização do Largo do Batistinha, no centro de Itabira. Saiba mais!

Confira a programação completa da intervenção Arredaí na Serra dos Alves:

17992294_1323583204388549_5683724628458084721_n

LEIA MAIS

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.