Coletivo Arredaí promove intervenção sociocultural no Largo do Batistinha neste sábado

Ocupar espaços públicos é exercer cidadania e promover mudanças na forma com as pessoas se relacionam com a cidade, além, é claro, de fomentar iniciativas sustentáveis e promover a cultural local. No sábado, 29 de outubro, às 10h, o coletivo Arredaí – Música, Poesia e Sustentabilidade realiza intervenção urbana no Largo do Batistinha, na região central de Itabira, com ações de limpeza, pintura e manutenção da praça.

A intervenção conta, ainda, com shows de Karlo Kapo, Igor Venal, Fernando Cotonete e Nosso Fulcro. Os grupos La Trupe, Viva Roda e projeto Casa de Jah também estão presentes no evento. Além das apresentações culturais, os artistas Maria Raquel “Bolinho”, Anna LDC e Cobal distribuíram arte pelo espaço. Completando a programação, acontecem a oficina “Filtros dos Sonhos” e a mostra audiovisual sobre HIV/AIDS promovida pela plataforma de comunicação Opinião 10.

“Quem passa pelo centro da cidade acaba passando pelo Largo do Batistinha, que é, talvez, o único calçadão que temos naquela região. A praça mantém o seu charme, mas a ideia é promover um evento coletivo e que as pessoas percebam essa iniciativa, por isso escolhemos esse espaço central para promover essa reunião cultural e colaborativa”, explica Carlos Cabeça, o Karlo Kapo, um dos idealizadores do Arredaí.

O Arredaí, com essa intervenção urbana, tem como objetivo promover conscientização, cidadania, liberdade de expressão, opinião e artística, além de fomentar a educação ambiental, sustentabilidade, direitos humanos, igualdade entre os sexos e a valorização da mulher. Uma proposta de transformação social por meio de ações coletivas e da construção do bem comum.

“Todo mundo pode participar dessa intervenção e a contribuição é livre. Os parceiros e artistas, por exemplo, estão contribuindo com o seu tempo. Essa troca de informação e conhecimento é bastante importante, principalmente nessa questão de doar um pouco do seu tempo e dar amor para o próximo e para a cidade”, destaca Karlo Kapo.

Logo em sua primeira edição, o projeto foi integrado na programação da 15ª Semana Drummondiana, que acontece entre os dias 28 e 31 de outubro, e faz parte do calendário oficial de eventos da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA). Com essa pareceria, a proposta de intervenção urbana ganha destaque dentro da cena cultural local e agrega valor juntos as iniciativas sociais desenvolvidas em Itabira.

“O que tiramos dessa participação é a confiança e a porta aberta que a FCCDA deixou para o Arredaí. Acredito que a Fundação fez o seu papel, pois ela não tem que idealizar tudo e a gente também tem que propor ideias e a FCCDA deve continuar com essa porta aberta para novos projetos. E nós demos a sorte de poder lançar esse primeiro Arredaí na Semana Drummondiana”, avalia Karlo Kapo.

Por participar também de um evento lítero-cultural, o Arredaí promoverá uma troca de livros de histórias, contas, crônicas e poemas. O objetivo dessa iniciativa é fomentar a leitura, permitir o compartilhamento de conhecimento, o intercâmbio de livros e a doação das obras para bibliotecas e instituições da cidade.

SERVIÇO

Arredaí – Música, Poesia e Sustentabilidade
Intervenção artístico-cultural no Largo do Batistinha.
Data e horário: sábado, 29 de outubro, às 10h
Local: Largo do Batistinha, centro, Itabira, Minas Gerais
Ingressos: Gratuito

14612475_1337107079642416_9050523709273766954_o

LEIA MAIS

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.