CineSesc estreia programa de curtas da mostra Cine África e exibe novos títulos na série “Cinema”, do projeto #EMCASACOMSESC, além da programação infantil no CineClubinho

Dentre as estreias da semana estão os títulos “Charles Morto ou Vivo” e “Susie e os Baker Boys”, a ficção “A Gangue Zip Zap”, pelo CineClubinho, para a garotada, e o programa de curtas-metragens “Quartiers Lointains – Afrofuturismo”, pelo Cine África; a programação segue ainda com a exibição de filmes do Festival MixBrasil 2020, que acontece na plataforma Sesc Digital até o dia 22 de novembro. A série Cinema #EmCasaComSesc oferece a cada semana streaming gratuito de filmes em alta qualidade, sem necessidade de cadastro e que podem ser assistidos nas plataformas CinemaEmCasa, CineClubinho e Festival Mix Brasil

A série Cinema #EmCasaComSesc, realizada pelo Sesc São Paulo há mais de quatro meses e com mais de 850 mil visualizações, disponibiliza gratuitamente ao público novos filmes em streaming pela plataforma do Sesc Digital. Na próxima quinta-feira, 19 de novembro, a série estreia as obras de ficção “Charles Morto ou Vivo” e “Susie e os Baker Boys”, o programa de curtas-metragens “Quartiers Lointains – Afrofuturismo”, pelo Cine África, e o título “A Gangue Zip Zap”, para a garotada, pelo CineClubinho.

Dentre as novidades da semana na série Cinema #EmCasaComSesc, está a obra de ficção “Charles Morto ou Vivo”, de Alain Tanner. Charles, um industrial de Genebra na casa dos 50 anos, prisioneiro do conforto e segurança herdados de seus avós, toma consciência de sua vida ridícula como um homem supostamente realizado e, pela primeira vez, se rebela contra tudo o que lhe condiciona, seus antepassados, sua família, seu próprio filho – e foge. Junto com um casal de boêmios que encontra num café onde busca refúgio, ele recupera sua liberdade e o gosto de viver. Classificação indicativa: 14 anos. O filme foi exibido no 8º Panorama do Cinema Suíço, em agosto deste ano, e volta à plataforma do Sesc, em uma parceria com o Consulado Geral da Suíça.

Outra estreia da série é o título “Susie e os Baker Boys”, de Steve Kloves. O filme fala de Frank e Jack, dois irmãos de Seattle que tocam piano juntos desde a infância. Seus shows em bares estão cada vez mais perdendo público e, na tentativa de reverter a situação, decidem contratar uma cantora para participar do número. Após testar, sem sucesso, 37 candidatas, a dupla acaba encontrando Susie Diamond, uma mulher sensual, desbocada e agressiva que acaba se envolvendo com Jack e criando atritos entre os irmãos. Classificação indicativa: 14 anos.

O Cine África – que traz filmes de países como Burkina Faso, Camarões, Egito, Etiópia e Nigéria – apresenta esta semana o programa de curtas-metragens “Quartiers Lointains – Afrofuturismo”. Com curadoria de Claire Diao (Burkina Faso/França) e apoio do Curta Kinoforum e do Rastro Festival, a série traz a diversidade de narrativas que surgem da África em torno do universo do Afrofuturismo. Estreiam nesta quinta-feira os curtas “E daí se as cabras morrem?”, de Sofia Alaoui, “Este foi para o mercado”, de Jim Chuchu, “Ethereality”, de Kantarama Gahigiri, “Hello, rain”, de C. J. Obasi e “Zumbis”, de Baloji .

Pelo CineClubinho, espaço na Plataforma Sesc Digital que apresenta o melhor do cinema infantil e infanto-juvenil, o destaque da semana é a obra de ficção “A Gangue Zip Zap”, de Oskar Santos. Os gêmeos Zip e Zap são enviados para uma rigorosa escola de verão, onde é proibido qualquer tipo de entretenimento. Para realizar suas travessuras e desafiar o diretor do local, eles formam um grupo. Juntos com os amigos, os irmãos acabam descobrindo um segredo dentro da escola que os leva à uma maravilhosa aventura. Para assistir, basta acessar sescsp.org.br/cineclubinho.

E até o dia 22 de novembro, a plataforma de streaming Sesc Digital exibe filmes exclusivos, entre longas e curtas-metragens, do 28º Festival Mix Brasil. Para saber mais, consulte a programação do festival aqui.

LEIA MAIS

Comentários