Cine Humberto Mauro, em Belo Horizonte, prorroga mostra Musicais de Ouro

A continuação das exibições com novos títulos será realizada entre 15 e 18 de fevereiro

A Mostra Musicais de Ouro, realizada pela Fundação Clóvis Salgado (FCS), contou com 5 mil pessoas que foram conferir os títulos de sucesso do gênero, exibidos entre os dias 11 de janeiro e 11 de fevereiro. Após o sucesso de público, o Cine Humberto Mauro divulga a continuação da mostra a partir de 15 de fevereiro.

Os longas “Aladdin” (1992), “The Rocky Horror Picture Show” (1975) e “Duas Garotas Românticas” (1967) serão exibidos novamente, e cinco filmes fundamentais para a história dos musicais foram adicionados à programação, que se estende até o dia 18.

Com a prorrogação da mostra Musicais de Ouro, o público terá a oportunidade de assistir à versão de 1976 de “Nasce Uma Estrela”, protagonizada por Barbra Streisand, com comentários após a sessão.

A programação continua com os filmes “Aleluia!” (1929), cujo elenco é formado inteiramente por atores negros, novidade na era dos filmes sonoros; o clássico “Ritmo Louco” (1936); “French Cancan” (1954), do aclamado diretor Jean Renoir; e “Jesus Cristo Superstar” (1973), longa que apresenta uma versão musical pop dos últimos dias da vida de Jesus.

Após sessões lotadas, o longa “The Rocky Horror Picture Show” (1975) será repetido na continuação. “Essa demanda e presença em peso evidenciam que o nosso público está cada vez mais participante, demonstrando que valorizam o espaço e que sabem o que querem assistir”, comenta o gerente do Cine Humberto Mauro, Bruno Hilário.

A programação teve, também, 14 sessões dubladas em português que encantaram crianças e adultos, sendo que a animação infantil “Aladdin” (1992) estará de volta à tela do Cine Humberto Mauro em versão dublada. O longa recebeu duas vezes o Oscar e o Globo de Ouro nas categorias Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção Original.

A mostra Musicais de Ouro traça um panorama sobre as produções musicais no cinema mundial, e filmes de diversos países fizeram parte da programação, apesar de se tratar de um gênero tipicamente norte-americano.

Para Hilário, o sucesso dos musicais se deve à potência fantasiosa do gênero. “No entanto, apesar de serem comumente ligados ao escapismo, os musicais também podem tratar de questões sociais pertinentes para a época”, explica Bruno.

A mostra em cartaz no Cine Humberto Mauro fará uma pausa no período de 11 a 14 de fevereiro, em virtude da programação especial do Verão Arte Contemporânea – VAC 2019, que vai exibir a mostra de cinema Perspectiva Agnès Varda, uma homenagem à cineasta.

SERVIÇO

Mostra Musicais de Ouro
Período:
de 15 a 18 de fevereiro
Local: Cine Humberto Mauro – Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537, Belo Horizonte/MG)
Ingressos: gratuitos e distribuídos uma hora antes de cada sessão
Outras informações: (31) 3236-7400

*Com informações da Agência Minas.

LEIA MAIS

Comentários