Broken Jazz Society, Sound Bullet, Zonbizarro e Soft Maria invadem Belo Horizonte

Animação e muito barulho: é o que promete o domingo, 30 de abril, véspera de feriado, em Belo Horizonte. A capital mineira vai ficar agitada com os shows de Broken Jazz Society, Sound Bullet, Zonbizarro e Soft Maria. Bandas expoentes do cenário brasileiro, os músicos tocam as canções que conduzem a carreira, misturando uma série de gêneros musicais com o bom e velho rock’n roll. Os concertos acontecem na Casa do Jornalista, às 16h. Os ingressos custam R$ 20 (antecipado) e R$ 25 (na porta).

Uma das atrações do evento, o Broken Jazz Society transporta qualidade e originalidade em cima dos palcos. Formada no ano de 2013 em Uberaba, no Triângulo Mineiro, por Mateus Graffunder (voz e guitarra), João Fernandes (baixo) e Felipe Araújo (bateria), o trio une as faixas de trabalhos anteriores no repertório, como o disco “Tales From Purple Land” e o EP “Gas Station”, lançado no ano passado. A sonoridade é recheada de stoner rock, riffs de guitarra, baixo e lo-fi.

Já os cariocas da Sound Bullet apresentam uma batida de indie rock para ninguém botar defeito. A sonoridade contagiante e dançante mescla influências que vão do post-punk revival e alternativo ao math rock. As guitarras pulsantes e energéticas fazem parte do repertório dos músicos, que tocam as faixas do EP “Ninguém está Sozinho” e canções inéditas do novo álbum que sai em breve. Sound Bullet é Guilherme Gonzalez (guitarra e voz), Fred Mattos (contrabaixo e voz), Henrique Wuensch (guitarra) e Pedro Mesquita (bateria).

03
O Sound Bullet apresentam uma sonoridade contagiante e dançante que mescla influências de indie rock, post-punk revival, alternativo e math rock.

A galera do Zonbizarro traz um pouco do rock experimental ao público. Tocando juntos desde 2012, Rafael Dantas (voz e guitarra), Luiz Ramos (bateria) e Marcelo Sponchiado (baixo) fazem a mistura do post-rock, post-metal, grunge e progressivo para criar uma sonoridade característica que reflete o clima de jam session no qual as músicas surgem e são lapidadas. Parceiros de nomes que agitam a cena independente, a banda já esteve em turnê com as bandas Branco ou Tinto e Stone House on Fire.

Power trio que passeia por várias vertentes do rock, o Soft Maria intercala equilíbrio, leveza e peso, transformando o som em versátil e envolvente. A música alternativa cheia de personalidade está presente no EP “Cronossoma”, de 2015. Faixa a faixa, o registro viaja por diferentes energias de sentimentos que vêm e voltam, com letras que tornam eternos momentos e pensamentos. Soft Maria é Bruno Martin (voz e guitarra), Henrique Rocha (bateria) e João Victor Lopes (baixo).

A Casa do Jornalista fica na Avenida Álvares Cabral, 400, Centro. Os ingressos podem ser adquiridos pela internet.

SERVIÇO

Broken Jazz Society, Sound Bullet, Zonbizarro e Soft Maria em BH
Data e horário: domingo, 30 de abril, às 16h
Local: Casa do Jornalista (Avenida Álvares Cabral, 400, Centro, Belo Horizonte, Minas Gerais)
Ingressos: R$20 (antecipado) e R$25 (na porta)
Classificação: 18 anos

LEIA MAIS

Comentários