Brasileiro de 10 anos entra no Balé Bolshoi

Jonathan de Araújo, baiano, de apenas 10 anos, realizou o sonho que muito bailarino profissional passa a vida buscando: ser aceito para estudar na Escola do Teatro Bolshoi em Joinville (SC). Essa unidade é a única extensão, no mundo, da conceituada companhia de balé clássico russa em todo o mundo.

O feito impressiona ainda mais quando se descobre que o primeiro contato de Jonathan com a dança aconteceu em agosto de 2018. Ele foi acompanhar os pais e a irmã de 14 anos numa seleção de canto no mesmo local em que aconteciam seleções para escolas de arte, inclusive para o Bolshoi.

O pai do menino, Josué, relatou ao jornal Correio da Bahia que a ideia deles era apenas encontrar uma ocupação para Jonathan. “Ao chegar lá, vimos que ele tinha a idade e o corpo ideal. Decidimos tentar”. O pequeno fez alguns testes e, graças à sua flexibilidade, impressionou uma banca com 10 professores.

Apesar do sucesso no processo seletivo, Jonathan e a família viveram um momento de medo. Por morarem na Bahia, teriam que se mudar para Santa Catarina para que Jonathan pudesse iniciar o curso que tem duração de oito anos. A ideia é que o pai permanecesse na Bahia com a filha de 18 anos, por conta do trabalho como policial militar, e a mãe e a irmã de 14 anos acompanhassem o jovem bailarino.

bale3

Diante da falta de dinheiro para a mudança, a Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia (Aceb) decidiu apostar numa campanha de financiamento coletivo para ajudá-los. A campanha começou no dia 7 de janeiro com a meta de arrecadar R$ 10 mil até o dia 21 de janeiro. Em dois dias, eles conseguiram quase o dobro desse valor!

O pai arcou com os custos da mudança. Os valores arrecadados na vaquinha virtual serão usados para o custeio das passagens, moradia, alimentação e manter a família enquanto a mãe de Jonathan, Denize, se estabelecer profissionalmente em Joinville.

Denize comemorou dizendo estar maravilhada com o altruísmo de quem está “ajudando um brasileiro a conquistar o mundo”.

LEIA MAIS

 

Comentários