bell hoocks tem títulos recém-lançados em português

A autora afro-americana bell hoocks (assim mesmo, em caixa baixa) acaba de chegar às livrarias brasileiras. Os livros dela tem temáticas fortes: igualdade de gênero e feminismo. Com um texto sucinto, direto e aprofundado, ela mistura experiências pessoais com conceitos acadêmicos. Além disso, o tom nos conduz em todas as abordagens desse movimento necessário para uma convivência social mais igualitária e respeitosa.

Em seus títulos, bell discute o feminismo na criação dos filhos, na religião, na relação entre mulheres, na raça e classes. Nascida Gloria Jean Watkins, em Hopkinsville, cidade rural de Kentucky, nos Estados Unidos, bell hooks se formou em literatura inglesa pela Universidade de Stanford. Os estudos sobre gênero, educação, raça e classe, e seguiu com as temáticas para o mestrado na Universidade de Wisconsin e o doutorado na Universidade da Califórnia.

Com mais de 30 livros publicados, a escritora afro-americana é bastante citada pela filósofa Djamila Ribeiro e está com quatro entre os 10 livros feministas mais importantes eleitos por Emma Watson. Tanto holofote atraiu a atenção das editoras brasileiras que estão disputando, quase que a tapas, o direito de publicação das obras em português.

Esse é um passo importante para fomentar a busca por conhecimentos mais aprofundados do assunto e instigar no leitor brasileiro a fome por consumir livro que realmente retratem o assunto com seu devido valor. Aliás, ball hoocks defende a ampliação dos olhares e deixa claro que a luta feminista é “para acabar com o sexismo, a exploração e a opressão”. (O feminismo é para todo mundo, p. 17).

LEIA MAIS

Comentários