As novidades incríveis do Universo Marvel

Os próximos dois anos de filmes e séries baseados nos heróis da Marvel foram divulgados durante a San Diego Comic-Con 2019. O estúdio, embalado pela potência mundial de “Vingadores: Ultimato”, denominou essa de Fase 4 e prometeu que ela será mais ousado do que nunca.

Esse é o resultado de um processo de mais de 10 anos de planejamento que, desde “Homem de Ferro” (2008), a Marvel assumiu apenas riscos calculados apostando em heróis da “série B” como Guardiões da Galáxia, por exemplo. Isso ajudou o estúdio a conquistar as bilheterias pouco a pouco, estabelecer metas cada vez mais altas, investir em criações novas e quebrar regras.

Agora, há dois projetos da Fase 4 que prometem seguir nesse espírito: as continuações de Doutor Estranho e de Thor, marcadas para estrear em 2021. Os dois filmes irão fazer muito mais do que redefinir os paradigmas de seus respectivos heróis: vão deixar uma marca permanente de transformação na franquia Marvel como um todo.

O diretor Scott Derrickson prometeu que o segundo filme do Doutor Estranho será o primeiro longa assustador da Marvel. A começar pelo título “Doctor Strange in the Multiverse of Madness”, traduzido livremente para”Doutor Estranho no Multiverso da Loucura”. A premissa do filme segue as tendências psicodélicas dos quadrinhos do Mago Surpemo e tenta provar que a Marvel consegue explorar diferentes gêneros de forma aberta, sem perder público.

legiao_7uOLyTF_HbmaqYEI8dGf1zJxMURnvDNe0jV5rXSkcl.jpg

O filme contará, ainda, com a presença da personagem Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) que irá explorar de maneira ampla os poderes dela que acabaram ficando em segundo plano. Uma das personagens mais poderosas do panteão Marvel nos quadrinhos, a feiticeira Escarlate, até agora, só teve o papel coadjuvante nas telonas.

beb4ff98dd7b89733573bb0515c3b0d2

Vale destacar que Doutor Estranho 2 se passará após os eventos retratados na série “WandaVision”, estrelada pela Feiticeira e pelo Visão (Paul Bettany) – apesar de sua morte em “Vingadores: Guerra Infinita”. A série, com estreia prevista no streaming Disney+ em 2020, promete dar o ponta pé inicial da exploração do multiverso que define as múltiplas realidades que coexistem nas HQs.

wandavision-752x440

Girl Power

Paralelamente, os fãs serão apresentados a uma nova versão do deus do trovão em “Thor: Love and Thunder”. Ou melhor, deus do trovão. Isso mesmo! A personagem Jane Foster, interpretada por Natalie Portman, vai assumir o manto do herói, exatamente como aconteceu nos quadrinhos da Marvel. O diretor Taika Waititi, que surpreendeu com o rumo cômico dado aos personagens de “Thor: Ragnarok”, assina a continuação e fez a façanha de convencer a atriz a estrelar a película anos após uma briga entre ela e o estúdio.

natalie-portman-segura-o-mjolnir-na-san-diego-comic-con-ela-sera-a-thor-no-quarto-filme-da-franquia-1563676979075_v2_750x421

Jane Foster irá empunhar Mjolnir enquanto o reino de Asgard for governado por Valquíria (Tessa Thompson). Deixada no comando por Thor (Chris Hemsworth) no final de “Vingadores: Ultimato”, a personagem terá sua identidade como mulher LGBTQ+ explorada no filme, já que nos quadrinhos a Valquíria é bissexual.

avengers-endgame-thor-valkyrie

Importante ressaltar que, as decisões mais ousadas da Marvel nessa Fase 4, tem muito a ver com retomar a fidelidade aos quadrinhos. O mundo da editora nas páginas das HQs é mais aberto à fantasia e mais diversificado no que diz respeito aos personagens e estilos de contar as histórias. Para os fãs fervorosos, a mudança está chegando na hora certa.

LEIA MAIS

Comentários