Após primeiro show em 2017, Orquestra de Câmara anuncia outras cinco apresentações no ano

No sábado, 01 de abril, a Orquestra de Câmara da Escola Livre de Música de Itabira (ELMI) realizou, na galeria da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA), em Itabira, a primeira apresentação em 2017. Sob a regência do maestro Claudio Fernandes Lage, o grupo interpretou obras de Rimisky-Korsakov, Mozart, Nikolai, Robert Sheldom, Johann Strauss e Eliiot Del Borgo.

O show abriu o calendário de apresentações da Orquestra de Câmara, que deverá realizar, no mínimo, mais cinco concertos ao longo de 2017. A exemplo de outros anos, a temporada artística do grupo será dividida em duas séries. Uma com espetáculos a serem realizados na FCCDA e outra com apresentações itinerantes, que podem ser levadas para alguns bairros da cidade ou até mesmo para outras cidades.

O próximo concerto está previsto para acontecer no fim de maio, quando a Orquestra de Câmara mostrará novo repertório – dessa vez, baseado no rock and roll, o que deve surpreender aqueles que estão acostumados a ouvir o grupo interpretar músicas clássicas. Em julho, devem acontecer outras duas apresentações, mas sem a participação de todos os integrantes, já que uma delas trará o naipe de sopros e a outra contará com o naipe de cordas.

01
Com outros cinco shows já agendados para 2017, a Orquestra de Câmara apresentará em maio repertório inspirado no rock and roll.

No segundo semestre, conforme a agenda de shows, a Orquestra de Câmara volta a se apresentar com todos os seus integrantes em setembro. Na ocasião, o show, que acontece na Semana da Música, terá novo repertório, dessa vez montado a partir de músicas brasileiras. A série de apresentações se encerra em dezembro, quando a orquestra sobe aos palcos para dois shows: um com o Coral da FCCDA e outro apenas com os integrantes do grupo.

História  

A Orquestra de Câmara completou, em 2016, cinco anos de atividades. O grupo, que conta também com membros da Corporação Musical Santa Cecília, vem desenvolvendo um trabalho pedagógico de formação musical servindo como prática em conjunto para os alunos da Escola Livre de Música de Itabira (ELMI).

Os concertos pretendem contemplar à população com um repertório de qualidade, composto por obras orquestrais de diferentes estilos e épocas. Em cada nova apresentação, a Orquestra de Câmara estreia um repertório diferente. Durante os shows itinerantes, o grupo utiliza composições já testadas nos concertos na FCCDA.

LEIA MAIS

Comentários