Editora argentina lança livro que pode ser plantado

Já pensou em ensinar para os seus filhos a prazer de ler e a importância da sustentabilidade? Pois uma editora argentina descobriu como fazer isso. A Pequeño Editor lançou o “livro árvore”, em parceira com a agência de publicidade FCB Buenos Aires. A ideia é incentivar a sustentabilidade e desenvolver a consciência ambiental, por maio do primeiro livro que pode ser plantado depois de ser lido.

Os exemplares de “Meu pai estava na selva” foram feitos especialmente para não agredir o meio ambiente, economizando água e papel em sua publicação. Além disso, foram usadas tintas ecológicas e papel reciclado. Em sua páginas há sementes de jacarandá. A árvore está ameaçada de extinção, principalmente na Argentina. Assim, quando termina de ler o livro, a criança pode plantá-lo e acompanhar o crescimento da nova árvore, devolvendo à natureza o lhe foi retirado.

Nas palavras de Tony Waissmann, representante da FCB Buenos Aires, “quando um projeto tem algo importante a oferecer ao mundo, nos faz sentir bem. É o caso deste livro. Não é nem mais nem menos do que um objeto que atinge crianças conscientes sobre o cuidado com a natureza”.

O livro conta uma história cheia de humor sobre uma viagem na selva equatoriana. Tudo isso estampado com ilustrações encantadoras. Confira!

LEIA MAIS

Comentários

Tatiana Linhares. Muitas. Jornalista. Mineira. Tatuada. Outono e primavera. Pão de queijo. Livros. Música. Revistas. Cinema. Teatro. Futebol. Cruzeiro. Viagens de carro. Areia e mar. Esmalte colorido. Cerveja gelada. Família grande. Incontáveis amores. Paixonites agudas. Saudade. Simplicidade. Palavras