1ª Mostra de Cinema Maricas Magalhães traz produções de jovens itabiranos

A cultura foi o caminho escolhido para trabalhar com os alunos do ensino médio da Escola Estadual Maricas Magalhães algumas pautas sociais, como as drogas, violência e o universo feminino. Os estudantes do 1º ao 3º ano estão produzindo diversos curtas metragens sobre essas temáticas. As produções poderão ser conferidas no dia 18 de agosto, no Espaço Cinemax, quando acontece a 1ª Mostra de Cinema Maricas Magalhães.

De acordo com o projeto elaborado pelo corpo docente da escola, a exibição de filmes “tem o foco concentrado na transformação dos indivíduos através da informação, capacitação e desenvolvimento de valores. Dessa forma, com esse trabalho esperamos despertar professores e alunos para uma nova visão da educação. Uma visão na qual os métodos tradicionais e os modernos possam fundir-se em novas possibilidades de aprendizado e crescimento pessoal e coletivo”.

Além de buscar novas formas de potencializar o aprendizado escolar, a Mostra de Cinema também pretende aproximar os estudados da narrativa audiovisual e das suas possibilidades de expressão cultural e artística. Com isso, os jovens itabiranos ganham mais um instrumento para compartilhar ideias e desenvolver o pensamento crítico.

Entre os objetivos do projeto estão: apresentar o cinema aos estudantes como fonte de cultura e agente transmissor de conhecimento; desenvolver a partir do audiovisual o senso crítico, estético e cultural sobre Itabira, Minas Gerais, Brasil e o mundo; possibilitar o debate transdisciplinar em torno de temáticas atuais; promover a integração e o desenvolvimento social, dentre outros.

“O aprendizado para ser plenamente alcançado necessita, muitas vezes, sair da rotina do dia-a-dia escolar. Assim, cabe aos professores e equipes pedagógicas da escola buscar alternativas, o que pode ser feito através de uma proposta como esta, pois o cinema serve como um instrumento de debate e reflexão tão importante na formação de nossas crianças e adolescentes”, destaca Júlio César Batista Mattos, professor de Geografia da Escola Maricas Magalhães.

19457550_1428852620527496_571373884_o

LEIA MAIS

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.