1ª Feira Literária de Betim reúne projetos locais e nomes nacionais da literatura

Ação de incentivo a cultura e leitura faz parte programa Rota do Saber que estimula a educação na cidade de Betim. Estudantes e professores de escolas públicas da cidade compõe a programação que presta homenagem a escritora Conceição Evaristo e ao escritor e artista plástico betinense Walter Lara. Evento tem palestra de abertura com Zeca Baleiro.

Uma adolescente apaixonada por livros. Aos 13 anos, Lavínia Maria Gualberto dos Santos estudante do 8º ano da Escola Municipal Rita Maria da Silva desenvolveu o gosto pela leitura a partir das ações de incentivo promovidas pela instituição de educação do bairro Parque das Acácias de Betim, Minas Gerais, que é atendida pelo Programa Rota do Saber. Somente em 2018, Lavínia leu 80 livros e sua paixão vai levá-la a viver uma experiência nova neste mês de outubro de 2018.

Por sua performance escolar vai compor, junto com o colega Felipe Tiago, 10 anos, aluno da Escola Municipal João Batista Machado de Brito do bairro Dom Bosco, e também leitor assíduo, uma das mesas de trabalho da 1ª edição da FLIB – Feira Literária de Betim, ao lado do escritor e artista plástico betinense Walter Lara. “Hoje sou tão apaixonada pela leitura que incentivo todos a minha volta a desenvolverem essa prática também”, afirma Lavínia. Os colegas também fazem parte do time de estudantes selecionados para concorrer ao Prêmio Aluno Leitores no dia 29 de outubro durante a Feira: “Fiquei bem eufórica com a notícia de que participarei da mesa de trabalho numa Feira tão importante porque essa não é uma coisa fácil de acontecer. Eu nunca tinha chegado tão longe e estou muito feliz. Meus amigos me parabenizaram muito”, diz a jovem que confessa ainda estar pesquisando para saber mais sobre o estilo de escrita do Walter Lara e para saber como se comportar e o que falar com ele. A atividade que Lavínia e Felipe irão participar acontece no dia 27 de outubro às 19h. E o prêmio de leitura no dia 29.

A 1aFeira Literária de Betim acontece de 24 a 30 de outubro de 2018 e faz parte do programa Rota do Saber, trazendo em sua essência a interação entre escola e comunidade e o diálogo da literatura com diversas artes e saberes – ciência, música, teatro, artes visuais, culturas populares e tradicionais –, celebrando encontros e valorizando distintas experiências. Esta é a primeira vez que a cidade de Betim recebe um festival literário. O evento acontece no Monte Carmo Shopping – Av. Juiz Marco Túlio Isaac, 1119 – Ingá Alto, Betim/MG). A organização do evento estima que mais de 3000 pessoas entre estudantes e público em geral visitem a feira.

“O evento, vai integrar as atividades realizadas desde 2017 pelo Rota do Saber, extrapolando o ambiente da escola como espaço de aprendizado e levando a comunidade betinense as realizações promovidas nestes período. Ao mesmo tempo, o Rota do Saber ao promover a 1ª FLIB traz um convite ao município para um evento agregador, que trabalha a linguagem e sua interfaces, inclusive trazendo uma programação com personalidades de diversos segmentos e regiões do Brasil para um ambiente que promove o debate, a cultura, a história e o desenvolvimento local através da linguagem e suas interfaces”, contaSolange Bottaro, do Instituto Ramacrisna, uma das instituições que gere o programa Rota do Saber ao lado da Prefeitura de Betim, por meio da Secretaria da Educação e da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES).

A Secretaria de Educação de Betim reforça a importância da iniciativa, uma culminância da Jornada Literária que está no Rota do Saber e que todas as escolas municipais desenvolvem desde 2017 “A Jornada Literária tem proposto reflexões sobre o papel da escola no desenvolvimento da leitura e na formação do leitor. As diversas atividades propostas tem mobilizado profissionais e estudantes com repercussões muito positivas. Nossa meta é que todas as escolas municipais de Betim tenham a leitura e a formação do leitor como objetivo central em seus projetos pedagógicos”, reforça Elizabete Aparecida Ribeiro Silva, superintendente do Ensino Fundamental.

Alunos e professores das escolas municipais da cidade se envolveram no projeto que por entender a leitura como primordial, tem como um dos pilares o incentivo para que crianças e adolescentes adotem essa prática. A professora Gislene Damasceno, por exemplo, irá compor a programação juntamente com seus 34 alunos. A professora de português que tem especialidade em teatro, criou uma peça que homenageará a escritora Conceição Evaristo. Para o espetáculo que trata sobre a afrodiversidade a professora selecionou estudantes entre 11 e 15 anos, alunos do 6º ao 9º período da Escola Municipal Vereador Rafael Barbizan do bairro São Salvador, que se destacaram por bom desempenho e desenvolvimento do lado cognitivo. “Na montagem a professora trata sobre a questão da autoestima e do respeito às diferenças sejam elas quais forem”, afirma Yuri Coelho, diretor da escola em que Gislene leciona, dizendo da importância do trabalho realizado com os estudantes de empoderamento e autoestima através das técnicas que mesclam linguagem. Além da homenagem a escritora Conceição Evaristo palestrará às 19h da quinta-feira, 25 de outubro, com o tema “Escrevivências: ler, escrever e se ver”, a apresentação será mediada por Rosália Diogo (BH).

Durante sete dias Betim viverá a efervescência cultural com palestras, oficinas, narração de histórias, encontros com autores, lançamentos de livros, leituras dramáticas, saraus, feira de livros e a participação de nomes consagrados como Zeca Baleiro(MA) que participa da cerimônia de abertura do evento que acontece dia 24 de outubro, das 18h30 e 21h30. O multifacetado artista, com 20 anos de trajetória, fará um bate papo com o público e apresentará seus projetos ligados à literatura e ao teatro já que tem quatro livros lançados e é autor de duas peças. O encontro com Baleiro será mediado pela jornalista e produtora cultural Daniela Zuppo.

De acordo com a vice-presidente do Ramacrisna Solange Bottaro “esse é um convite a comunidade e, principalmente, aos estudantes para as novas formas de vivenciar Educação e a Cultura, ampliando seu repertório simbólico, inaugurando caminhos de fruição cultural, criando condições para uma interpretação ampliada e crítica do mundo e do tempo em que vivemos e contribuindo para a construção de um mundo mais justo e igualitário.” Saraus, palestras e narração de historias também fazem parte da programação dos sete dias de evento.

Confira a programação completa:

Quarta-feira, 24 outubro

  • 10h às 12h e 14h as 16h – Intervenção artística no shopping
  • 8h30, 9h30, 14 e 15h – Narração de histórias / visitação escolar
  • 8h30 as 11h – Atividade formativa: Leitura e literatura na adolescência
  • 14h30 – Mesa: leitura e acessibilidade
  • 18h30– Cerimônia de abertura e mesa: Líricas – poesia e música, com Zeca Baleiro
  • 19h00 – 21h30 palestra e autógrafos

Quinta-feira, 25 de outubro

  • 8h30, 9h30, 14h e 15h – Narração de histórias / visitação escolar
  • 8h às 11h – Atividade formativa: As brincadeiras na rota do saber
  • 19h – Homenagem e Palestra: “Escrevivências: ler, escrever e se ver”, com Conceição Evaristo

Sexta-feira, 26 de outubro

  • 10h às 12h e 14h as 16h – Intervenção artística no shopping
  • 8h30, 9h30, 14 e 15h – Narração de histórias / visitação escolar
  • 8h30 as 11h – Atividade formativa: Literatura e teatro na escola
  • 8h30 as 11h – Atividade formativa: Literatura e teatro na escola
  • 14h as 17h -Atividade Formativa: Livros para crianças e jovens
  • 19h00 –Noite cultural Sarau
  • 20h SlamPoetry (Batalha Poética)

Sábado, 27 de outubro

  • Manhã e tarde – Narração de histórias
  • 11h às 13h – Oficina de sensibilização: Desenhar histórias
  • 16h às 19h – Lançamentos de livros
  • 14h – Conversa em Quadrinhos
  • 16h30 – Mesa: A literatura na rota de todos os saberes
  • 19h – Mesa: Homenagem a Walter Lara
  • 20h – Espetáculo musical “Poema noturno”, Pedro Morais canta Drummond
  • Feira de Livros: 10h às 20h e domingo 14h às 20h
  • Exposição da Jornada literária: 10h às 22h e domingo 14h às 20h

LEIA MAIS

Comentários