Você sabe a resposta certa para esta dúvida de português?

 

Prezado leitor, hoje falaremos sobre um exercício prático cuja solução pode facilitar sua vida.

Qual é a forma correta?

(..) vem ratificar sua defesa preliminar de fls. 1.234/1.567 e respectivos documentos para que seja recebida como CONTESTAÇÃO à inicial (…).
ou
(..) vem ratificar sua defesa preliminar de fls. 1.234/1.567 e respectivos documentos para que sejam recebidos como CONTESTAÇÃO à inicial (…).

Antes de pensarmos na concordância do texto, precisamos pensar na semântica pretendida com a mensagem.

Contestação remete a “ação ou resultado de contestar, de negar a validade ou veracidade de algo; impugnação; refutação.” Sendo assim, se a “defesa preliminar” e os “respectivos documentos” são elementos voltados à impugnação (uma vez que também estão conectados pela conjunção aditiva “e”), o plural deve existir.

No entanto, podemos organizar o texto com seguinte pensamento: “respectivos documentos” como parte da defesa preliminar. Nesse caso, usaremos os recursos da Pontuação:

(..) vem ratificar SUA DEFESA PREMILINAR de fls. 1.234/1.567, e respectivos documentos, para que SEJA RECEBIDA como CONTESTAÇÃO à inicial (…).

As duas vírgulas podem isolar o trecho em questão “e respectivos documentos”; apontam, assim, que os tais documentos estão anexos à defesa preliminar. Nesse caso, deve ser usado apenas o singular.

De acordo com a norma gramatical, podem ser usados ainda dois travessões ou dois parênteses:

(..) vem ratificar sua defesa preliminar de fls. 1.234/1.567 – e respectivos documentos – para que seja recebida como CONTESTAÇÃO à inicial (…).

(..) vem ratificar sua defesa preliminar de fls. 1.234/1.567 (e respectivos documentos) para que seja recebida como CONTESTAÇÃO à inicial (…).

Em suma, percebemos algumas estratégias gramaticais à exposição da ideia. Além da revisão sobre Pontuação, vimos como foi importante pensar no sentido pretendido com a mensagem escrita.

Boa leitura e até a próxima semana!

Fonte: dicas do professor Diogo Arrais

LEIA MAIS

Comentários