PORTUGUÊS: Regras básicas – acentuação

Caros leitores, a coluna dessa semana abordará um tema muito importante para quem se propõe a participar de concurso público: regras de acentuação baseadas na nova revisão gramatical. Dessa forma, concurseiros, prestem atenção e estudem. Somente agindo assim vocês sairão na frente dos outros.

Então vamos às regras de acentuação.

Nas palavras paroxítonas, não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói. Exemplos de antes e atualmente: alcatéia / alcateia, diarreia / diarreia, epopeia / epopeia, estréia / estreia, idéia / ideia, moréia / moreia, androide / androide, jibóia / jiboia, paranoia / paranoia.

Permanece o acento nas palavras oxítonas terminadas em éis, éu, éus, ói, óis. Exemplos: papéis, herói(s), troféu(s). Nas palavras paroxítonas, não se usa mais o acento no i ou u tônicos precedidos de ditongo. Exemplos: baiúca / baiuca, feiúra / feiura. Permanece o acento nas palavras oxítonas terminadas em i ou u seguido de s. Exemplo: tuiuiú(s), Piauí.

Não se usa mais acento em palavras terminadas em eem e oo(s). Exemplos de como era e como ficou: crêem / creem, lêem / leem, vêem / veem, abençôo / abençoo, perdôo / perdoo, vôo / voo.

Acabou o acento diferencial nos seguintes pares: para / para, pelo / pelo, pólo(s) / polo(s), péla(s) / pela(s). É facultativo o acento em fôrma/forma. Permanece o acento diferencial em pôde / pode para designar pretérito perfeito e presente do indicativo na terceira pessoa do singular. Permanece o acento diferencial em pôr / por para designar verbo e preposição.

Permanece o acento diferencial para designar singular e plural em ter e vir e seus derivados (conter, deter, manter, reter, convir, intervir, advir etc.). Exemplos: ela tem – elas têm, ele mantém – eles mantêm.

Não se usa acento agudo no u tônico dos verbos arguir e redarguir no presente do indicativo: tu arguis, ele argui, eles arguem.

Os verbos terminados em guar e quar admitem duas pronúncias em algumas pessoas do presente do indicativo e do subjuntivo e no imperativo. Se for pronunciado com a ou i tônicos: enxáguo, enxáguas, enxágua, enxáguam, enxágue, enxágues, enxáguem (mais corrente nos estados brasileiros). Se for pronunciado com u tônico: enxaguo, enxaguas, enxagua, enxaguam, enxague, enxagues, enxaguem.

Até a próxima semana e bons estudos.

Abraços!

Fonte: Revisão & Revisões.

LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “PORTUGUÊS”

Comentários

Celso Charneca Leopoldino é graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, pós-graduação em Marketing para Executivos e MBA em Gestão Socioambiental. Fez vários cursos nas áreas de gestão social e de gestão de comunicação estratégica. Possui mais de 35 anos de experiência em comunicação empresarial, gestão social, relações com comunidades e relações institucionais.