PORTUGUÊS: 48 dicas e pegadinhas – Parte II

Prezados leitores, tudo bem com vocês? Então, gostaram das primeiras dez dicas sobre grafia – erros e variações? Estudaram, leram, refletiram, perceberam a importância da língua portuguesa em concursos e provas? Como disse, as derrapadas no português derrubam candidatos, principalmente aqueles menos avisados ou despreparados.

Então, para não perdermos mais tempo, vamos a mais um conjunto de dicas e pegadinhas.

  1. Retificar ou ratificar

Retificar refere-se ao ato de corrigir, emendar.

Exemplo: Vou retificar os dados da empresa.

Ratificar significa confirmar, comprovar.

Exemplo: Estávamos corretos. Os fatos ratificaram nossas previsões.

  1. Tem ou têm?

Tem refere-se à 3ª pessoa do singular do verbo “ter” no Presente do Indicativo.

Exemplo: Ela tem uma casa na praia.

Têm refere-se ao mesmo tempo verbal, porém na 3ª pessoa do plural.

Exemplo: Elas têm uma casa na praia.

  1. Fim de semana ou final de semana?

Fim é o contrário de início. Final é o contrário de inicial.

O correto nesse caso é “Bom fim de semana”.

  1. A par ou ao par?

No sentido de estar ciente, o correto é “a par”.

Exemplo: Ele já está a par do ocorrido.

Use “ao par” somente para equivalência cambial.

Exemplo: Há muito tempo, o dólar e o real estiveram quase ao par.

  1. A princípio ou em princípio

A princípio equivale a “no início”.

Exemplo: Achamos, a princípio, que ele estava falando a verdade.

Em princípio significa “em tese”.

Exemplo: Em princípio, todo homem é igual perante a lei.

  1. Senão ou se não?

Senão significa “a não ser”, “caso contrário”.

Exemplo: “Nada fazia senão reclamar”.

Se não é usado nas orações subordinadas condicionais.

Exemplo: Se não chover, poderemos sair.

  1. Onde ou aonde?

Onde indica lugar em que algo ou alguém está e deve ser utilizado somente para substituir vocábulo que expressa a ideia de lugar.

Exemplo: Onde coloquei minhas chaves?

Aonde também indica lugar em que algo ou alguém está, porém quando o verbo que se relacionar com “onde” exigir a preposição “a”, deve-se agregar esta preposição, formando assim o vocábulo “aonde”. Expressa a ideia de destino, movimento.

Exemplo: Aonde você irá depois do trabalho?

  1. Aceita-se ou aceitam-se?

Nesse caso, o verbo “aceitar” deve concordar com o sujeito se ele estiver no plural ou no singular.

Exemplo: “Aceita-se animal de estimação” ou “Aceitam-se animais de estimação”

  1. A fim ou Afim?

A locução a fim indica ideia de finalidade.

Exemplo: Nós viemos a fim de discutir o projeto.

Afim é um adjetivo e significa semelhança.

Exemplo: Eles têm ideias afins.

  1. Despercebido ou desapercebido?

Despercebido significa sem atenção.

Exemplo: As mudanças passaram despercebidas.

Desapercebido significa desprovido, desprevenido.

Exemplo: Ele estava totalmente desapercebido de dinheiro.

Fonte: dicas LFG Concursos.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “PORTUGUÊS”

Comentários

Celso Charneca Leopoldino é graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, pós-graduação em Marketing para Executivos e MBA em Gestão Socioambiental. Fez vários cursos nas áreas de gestão social e de gestão de comunicação estratégica. Possui mais de 35 anos de experiência em comunicação empresarial, gestão social, relações com comunidades e relações institucionais.