GASTRONOMIA: Herança Caipira – os sabores que somos

O Dicionário Aurélio sucinta o caipira como um habitante da roça. Entretanto, a descrição do termo deve ser apreciada de forma muito mais ampla, a fim de compreendermos essa figura histórica e tradicional. O conceito da caipirada apresenta alto valor na construção da identidade do brasileiro. Sua influência na cultura nacional se estende pela música, literatura e, claro, na gastronomia, sendo essa última o alvo de nosso interesse. Essa cozinha amplamente difundida e apreciada em todo o território brasileiro fascina e conta parte de nossa história.

O caipira carrega consigo a fama da calmaria na sua relação com o meio, e reproduz essa característica no seu modo de cozinhar, escolhendo geralmente a cocção lenta em seus preparos, que se dão nas panelas de barro ou ferro, aquecidas pela combustão da lenha, que queima, queima… em seu tradicional fogão de barro.

Essa maneira de cozinhar, sem pressa, deixa o sabor dos alimentos mais acentuados e, consequentemente, mais saborosos. Por isso, o feijão feito dessa forma é muito mais atraente que aquele feito na panela de pressão, por exemplo.

Na mesa do caipira encontramos ingredientes que contam a história de muitos brasileiros. Sua ligação com a terra é inegável e isso lhe proporciona uma alimentação com legumes frescos, e animais de seu próprio quintal. Está posto a mesa, uma galinha caipira e seus ovos vermelhos, um assado de leitão a pururuca, uma farofada de milho e o uso indiscriminado do fubá.

Apesar dessa cultura não pertencer exclusivamente ao nosso estado, tendo origem histórica em São Paulo e abraçando toda a região Centro-Oeste e Sudeste do Brasil, nós, mineiros, nos identificamos peculiarmente com ela, sentindo um “baita” orgulho de “proseá” sentado na beira do fogão de lenha, remontando a casa de vó, os “causos” do tio. A comida caipira é o sabor que somos.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “GASTRONOMIA”

Comentários

Amante do futebol, skatista há mais de uma década, entusiasta de automobilismo e apreciador de esportes em geral. Acompanha os principais eventos esportivos nacionais e internacionais, muitos deles "in loco", para absorver melhor as emoções e repassa-las com maior riqueza de detalhes.