ONG Banco de Alimentos inova com serviço de delivery

Mais de 50 mil pessoas pedem delivery de comida todos os dias na cidade de São Paulo. Acontece que as motos saem dos estabelecimentos fornecedores de refeições cheias de comida e voltam vazias. Pensando nisso, a ONG paulista Banco de Alimentos levantou o questionamento: e se a gente usasse as bolsas vazias dos motoboys para trazer de volta comida para pessoas carentes?

Daí, veio a ideia: o Reverse Delivery. Um projeto inovador que dá a quem usa delivery de alimentos ajudar pessoas carentes. E sem sair de casa. Assim, a ONG utiliza a eficiência das entregas a domicílio para realizar a difícil tarefa de arrecadar alimentos. Assim, ao invés de apenas receber a comida pedida, os clientes dos estabelecimentos cadastrados podem também fazer o caminho contrário e doar alimentos para a campanha.

Reverso5

O sistema, criado em uma parceria entre a agência Grey e a ONG Banco de Alimentos, conta com a participação de restaurantes, hamburguerias, lanchonete e afins. Ao ligar e solicitar uma entrega, o cliente é informado sobre a iniciativa e incentivado a doar alimentos para a ONG. Quando o entregador chega com o pedido, o cliente realiza sua doação. Assim, ele retorna ao estabelecimento com a mochila cheia de alimentos a serem doados.

A única coisa ruim é que  serviço funciona apenas na cidade de São Paulo. Mas é uma ideia que pode, e deve, se espelhar por todo o país. Na capital paulista, o primeiro estabelecimento a participar foi a tradicional pizzaria Veridiana. Para conhecer um pouco mais da iniciativa, basta acessar o site da ONG Banco de Alimentos.

LEIA MAIS

Comentários

Tatiana Linhares. Muitas. Jornalista. Mineira. Tatuada. Outono e primavera. Pão de queijo. Livros. Música. Revistas. Cinema. Teatro. Futebol. Cruzeiro. Viagens de carro. Areia e mar. Esmalte colorido. Cerveja gelada. Família grande. Incontáveis amores. Paixonites agudas. Saudade. Simplicidade. Palavras