ESPORTES: Primeiras Impressões – O início de ano do futebol mineiro

É certo que estamos ainda no começo do ano, sendo assim, qualquer análise sobre o futebol apresentado por uma equipe pode e deve soar como precoce. Entretanto, as primeiras impressões apresentadas pelos principais clubes das Minas Gerais já nos dão um norte em relação ao que podemos esperar para o restante da temporada, os vícios a serem corrigidos e, também, as virtudes que já dão bons resultados.

06
No último final de semana, o Cruzeiro enfrentou o América e Rafael Sóbis foi o autor do único gol da partida. A equipe celeste apresenta evolução em seu futebol.

O fato mais importante do futebol mineiro neste início de ano é a grande evolução do Cruzeiro. O time estrelado, que sofreu nas duas últimas temporadas não conseguindo chegar à decisão do Campeonato Mineiro e correndo risco de rebaixamento em boa parte do Brasileiro, começou um 2017 bem diferente, dentro e fora das quatro linhas.

Fora de campo a diretoria celeste não cometeu os erros dos anos anteriores, quando fez contratações questionáveis aos montes e se desorganizou nos bastidores com conflitos políticos internos. Neste ano, buscou contratações pontuais e de peso, como a do meia Thiago Neves, que já estreou pelo clube e pode dar mais qualidade para o time que permanece invicto nesta temporada. Além disso, a manutenção da comissão técnica de um ano para o outro tem colaborado para um melhor entendimento tático por parte dos jogadores, por já conhecerem a filosofia de trabalho do técnico Mano Menezes.

As expectativas em relação ao Cruzeiro neste ano são as melhores possíveis. Com o passar dos jogos, a tendência é que o time evolua fisicamente e também ganhe em qualidade técnica, desta forma se candidatando à conquista de todos os títulos que disputar.

07
Fred foi o autor do gol do Atlético na estreia na Taça Libertadores da América, na Argentina. A partida, porém, terminou empatada.

Já o Atlético começou o ano com um novo comandante. Roger Machado tem a missão de dar uma organização tática ao time, a começar pela defesa. O ataque alvinegro nos últimos anos foi o trunfo do clube para conquistas e disputas de títulos em alto nível, mas a defesa mostrava sempre um desequilíbrio enorme, o que por muitas vezes culminou na perda de campeonatos importantes.

O time de Roger Machado em alguns momentos já apresenta uma consciência tática mais lúcida que a do time do ano passado, comandado por Marcelo Oliveira; todavia, a má atuação na estreia da Libertadores já deixou o sinal de alerta ligado na Cidade do Galo.

O Galo também figura como candidato a títulos neste ano e, assim como no caso do Cruzeiro, deve evoluir jogo a jogo. Desta forma, o futebol mineiro tem boas chances de voltar a ser o protagonista do futebol nacional, como foi em 2014.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “ESPORTES”

Comentários

Amante do futebol, skatista há mais de uma década, entusiasta de automobilismo e apreciador de esportes em geral. Acompanha os principais eventos esportivos nacionais e internacionais, muitos deles "in loco", para absorver melhor as emoções e repassa-las com maior riqueza de detalhes.