ESPORTES: O domingo de futebol dos mineiros pelo Brasileirão

O domingo começou cedo para o torcedor em Belo Horizonte. Quase 50 mil pessoas foram ao Mineirão para acompanhar o jogo entre Cruzeiro e Santa Cruz, um confronto direto na luta dos dois times para fugir do rebaixamento. Era imprescindível uma vitória do time azul estrelado em casa para se afastar das últimas colocações e, ainda, confirmar a nova fase que se iniciou desde a chegada do técnico Mano Menezes, em que o time mostra melhor padrão de jogo e vem somando pontos.

O primeiro tempo foi de muita dificuldade para o Cruzeiro, sem muita inspiração ofensiva e com uma marcação ainda não muito bem encaixada. O Santa Cruz conseguiu chegar com perigo pelo menos três vezes na primeira etapa, duas com o artilheiro Grafite e uma com Léo Moura, numa finalização que acertou a trave do goleiro Rafael, que substitui muito bem ao ídolo Fábio.

O papo com o treinador no intervalo parece ter surtido efeito imediato, pois logo no comecinho da segunda etapa a Raposa abriu o placar, num golaço de Robinho. Ele acertou um belo chute da entrada da área, a bola ainda tocou na trave antes de morrer na rede e fazer explodir de alegria o torcedor no Mineirão, que ainda em ritmo de festa pelo primeiro gol, assistiu a mais um show do atacante Ábila. O artilheiro argentino não desperdiçou o presente de Arrascaeta e sozinho só teve o trabalho de empurrar mais uma pra rede, fechando o placar e marcando mais um gol importante pro Cruzeiro.

05

Já o Atlético tinha um compromisso mais tarde, às 16 horas, contra o Grêmio, em Porto Alegre, em um jogo direto na parte de cima do campeonato. Com muitos desfalques, o Galo entrou em campo com uma formação mais cautelosa. O técnico Marcelo Oliveira optou por entrar com três volantes, numa tentativa de segurar o forte ataque do Grêmio.

O Atlético tomou uma postura muito diferente da que normalmente tem, mesmo em jogos fora de casa, em que praticamente abdicou do ataque e se limitou a defender, com quase todos os jogadores atrás da linha da bola. Fred e Pratto novamente não se entenderam no ataque, que não contava com Robinho como titular. O rei das pedaladas começou o jogo no banco de reservas, entrando apenas aos 18 minutos do segundo tempo. Mesmo assim, novamente balançou as redes e salvou o Galo ao empatar o jogo em 1 a 1, trazendo um ponto importante para Belo Horizonte.

03

Quem segue num calvário sem fim é o América, que voltou a perder mais um jogo, dessa vez por 2 a 1 para o Vitória em Salvador, e vê sua situação cada vez mais complicada. O time continua estacionado na última posição da tabela e se vê cada vez mais perto de disputar o Campeonato Brasileiro da Série B no ano que vem.

Com a rodada das Eliminatórias da Copa 2018 no próximo final de semana, o Brasileirão para e só volta na próxima semana, o Atlético enfrenta o Vitória e pode ter reforços importantes voltando do departamento médico. Já o Cruzeiro vai a campo esta semana, na quarta-feira enfrenta o Botafogo no jogo de ida pela Copa do Brasil, fora de casa. No Brasileiro volta a jogar no clássico contra o América no dia 08 de setembro.

LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “ESPORTES”

Comentários

Amante do futebol, skatista há mais de uma década, entusiasta de automobilismo e apreciador de esportes em geral. Acompanha os principais eventos esportivos nacionais e internacionais, muitos deles "in loco", para absorver melhor as emoções e repassa-las com maior riqueza de detalhes.