ESPORTES: Em um final de semana complicado para os times mineiros, as mulheres fazem a alegria no Mineirão

Mais uma rodada difícil para os times mineiros no Campeonato Brasileiro.  O calvário da 20ª rodada, a primeira do returno, começou logo pela manhã. O América visitou o Fluminense em Cariacica – Espírito Santo, no belo estádio Kléber Andrade, e saiu derrotado por 1 a 0. O time americano continua se mostrando seguro defensivamente e melhor organizado no meio de campo, mas a ineficiência no ataque continua deixando o time inofensivo e sempre pressionado durante a maior parte do jogo.

Não menos frustrante foram as atuações de Galo e Cruzeiro neste dia dos pais. Na famosa Vila Belmiro, o time do Atlético não conseguiu repetir as boas atuações dos últimos cinco jogos e perdeu por 3 a 0 para o Santos.  O ataque peixeiro, comandado por Ricardo Oliveira, usou de sua força como mandante para se impor e golear novamente o Atlético na Vila, como havia feito no ano anterior vencendo naquela oportunidade por 4 a 0. Depois do revés, o Galo caiu para o 4° lugar, permanecendo no G-4, mas ficando a quatro pontos do líder Palmeiras, que venceu fora de casa por 1 a 0 o Atlético Paranaense, próximo adversário do Galo. Além do jogo em si que reunia duas das melhores equipes do país, era grande a expectativa pela postura do atacante Robinho, jogando contra o Santos, time que o revelou para o futebol e que foi ídolo. Não posso afirmar que o rei das pedaladas sentiu o clima hostil que encontrou na Vila, mas é fato que não repetiu as boas atuações que vinha apresentando, mostrando-se referência técnica do Atlético.

O Cruzeiro, por sua vez, somou um ponto, mas não agradou o torcedor que compareceu ao Horto. O início do jogo trouxe bons prelúdios ao cruzeirense com Rafinha aproveitando a boa jogada de Arrascaeta pela esquerda e marcando de cabeça no começo do jogo, dando sinais que a escolha ofensiva de Mano Menezes, jogando com apenas um volante trouxesse bons resultados… não deu. A postura ofensiva na escalação expôs de forma mais intensa o principal problema do time azul estrelado neste campeonato: a fragilidade defensiva, que apareceu novamente em dois lances de bola parada, resultando em dois gols do Coritiba, o primeiro do turco Kazim e o segundo na bela cobrança de falta do meia Juan. Com a derrota, o Cruzeiro continua na zona de rebaixamento e tem outro confronto direto contra o Figueirense na próxima rodada.

Para piorar a situação, o goleiro Fábio, capitão e ídolo do clube, sofreu uma ruptura no ligamento cruzado do joelho direito e, segundo o departamento médico do clube, não joga mais nesta temporada.

Com os péssimos resultados no Brasileirão, a alegria dos mineiros ficou por conta do futebol feminino do Brasil que, jogando no Mineirão, garantiu vaga para as semifinais dos Jogos Olímpicos.  Em uma partida emocionante, apesar do 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, o Brasil garantiu a vaga vencendo a forte seleção australiana, nos pênaltis, com o brilho intenso da goleira Bárbara, que salvou a noite e a pele da nossa maior jogadora, Marta, que havia perdido um pênalti derradeiro para a eliminação brasileira.

LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “ESPORTES”

Comentários

Amante do futebol, skatista há mais de uma década, entusiasta de automobilismo e apreciador de esportes em geral. Acompanha os principais eventos esportivos nacionais e internacionais, muitos deles "in loco", para absorver melhor as emoções e repassa-las com maior riqueza de detalhes.