ESPORTES: Cruzeiro volta ao Z4 e Atlético segue na cola dos líderes

Depois do bom início de trabalho do técnico Mano Menezes, a tranquilidade chegou à Toca da Raposa, o torcedor se viu confiante, abraçou o time e os primeiros bons resultados pareciam afastar de vez o Cruzeiro da temida zona da degola no Campeonato Brasileiro 2016. Com as vitórias, muitos imaginavam que o clube celeste tinha possibilidades não somente de se livrar da parte de baixo da tabela, mas ainda de brigar pelas primeiras posições. Infelizmente o time caiu muito de produção nas últimas rodadas, somando apenas um ponto em 12 disputados.

Na tarde de ontem, o Cruzeiro enfrentou o vice-líder Flamengo em Cariacica, no Espírito Santo. O time carioca precisava da vitória para continuar bem na luta pelo título e não permitir que o Palmeiras se afastasse ainda mais na liderança, já o Cruzeiro precisava vencer para não correr o risco de terminar a rodada entre os quatro últimos.

O time mineiro adotou claramente uma postura mais defensiva, atraindo o Flamengo para seu campo na tentativa de sair rapidamente no contra-ataque. O Cruzeiro segurou a pressão inicial do mandante durante todo o primeiro tempo, e, na segunda etapa, em grande jogada do meia Rafinha, abriu o placar. Depois do gol, como era de se esperar, a equipe continuou com a mesma postura defensiva, mas com o Flamengo indo ainda mais pra cima, as oportunidades começaram a aparecer em maior número, porém, o ataque azul começou a desperdiçar inúmeras chances.

O Flamengo conseguiu o gol de empate com um chute de fora da área do atacante Paolo Guerrero que desviou no zagueiro Bruno Rodrigo e matou o goleiro Rafael. Depois do empate, o Cruzeiro teve ótimas oportunidades de marcar o segundo gol, principalmente nos pés do argentino Ábila, que perdeu duas chances incríveis. No finalzinho do jogo veio o castigo maior, dos pés de Mancuello saiu o chute que selou a derrota cruzeirense e volta do time celeste ao Z4.

col_mauro03
O Cruzeiro entrou na zona de rebaixamento após ser derrotado pelo Flamengo em Cariacica.

Depois das vitórias de Palmeiras e Flamengo, o Galo precisava vencer diante de seu torcedor para continuar firme na luta pelo título do Brasileiro. Diante de um estádio cheio e do apoio da torcida, o Atlético mostrou que queria a vitória desde os primeiros segundos do jogo, partindo pra cima numa pressão incrível.

Ainda no primeiro tempo, o alvinegro chegou a abrir 2 a 0, com gols de Fred e Clayton, e o Inter chegou a descontar antes do intervalo, mas não suportou o bom futebol apresentado pelo Atlético também no segundo tempo e saiu derrotado por 3 a 1. Lucas Pratto voltou a marcar depois de boa jogada de Dátolo e deixou a má fase pra trás.

No meio de semana, Atlético e Cruzeiro voltam suas atenções para outra competição: a Copa do Brasil. O Galo enfrenta o Juventude às 19h30 no Mineirão e a Raposa vai enfrentar o Corinthians em São Paulo às 21h45.

col_mauro02
No Independência, Atlético venceu o Internacional e se manteve próximo dos líderes do Brasileirão 2016.

LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “ESPORTES”

Comentários

Amante do futebol, skatista há mais de uma década, entusiasta de automobilismo e apreciador de esportes em geral. Acompanha os principais eventos esportivos nacionais e internacionais, muitos deles "in loco", para absorver melhor as emoções e repassa-las com maior riqueza de detalhes.