COTIDIANO: A senha é… informação

Lembra quando você estava na escola e os professores falavam que tinha coisa que você só aprenderia no decoreba? Tipo datas históricas, tabela periódica e tabuada… pois é! Passamos parte da nossa vida escolar decorando coisas porque precisávamos passar nas provas. Ainda hoje, se você pensar um pouquinho, ainda tem bem gravadas na memória essas informações.

Uns vão dizer que isso é informação inútil. Outros vão afirmar que um dia você ainda vai precisar do que aprendeu. Não importa. A questão aqui é que você detém um poder que nem imagina. Pessoas bem informadas têm tudo nessa vida. Não se esqueça disso. Se precisar, repita até decorar. As pessoas que se destacam na vida são aquelas que se informam.

E não puxei esse assunto à toa. Vivemos um momento histórico. Nunca, em nosso país, as pessoas se engajaram tanto em suas causas. Elas estão vestindo a camisa do que acreditam, correndo atrás de melhorias, brigando contra injustiças, defendendo seus pontos de vista. Isso é muito saudável! É importante toda essa agitação. Nos faz pensar, sair do lugar e querer saber mais. Guardados os devidos radicalismos, temos muito a aprender compartilhando vivências, pensamentos, teorias.

Sem esquecer que respeito é bom e todo mundo gosta, claro! Aquela velha máxima de que “não concordo com o que você diz, mas vou defender até a morte o seu direito de dizer”.

Se tem uma coisa que eu odeio é gente que só quer falar e nunca ouvir. Tá na época da falação, né?! Começou a campanha eleitoral e o que tem de gente falando pelos cotovelos, não dá nem pra contar. Sabe como eu faço para passar por esse período? Ligo meus filtros internos. Os famosos sentidos seletivos. Só escuto, vejo, leio e compartilho o que eu quero.

Aí que entra você saber deter informação. Não fique aí sentadinho na sua casa recebendo qualquer coisa que jogam em você. Aprenda a selecionar o que te faz bem de todo o resto que é dispensável. Leia, pesquise, se interesse. Saia do comodismo. Seja curioso! Não seja a pessoa que só ouve sem saber o que dizer. É muito mais legal ter conhecimento. Porque dinheiro acaba, relacionamentos terminam, amigos partem, carreiras chegam ao fim. Mas o conhecimento fica!

LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “COTIDIANO”

Comentários

Tatiana Linhares. Muitas. Jornalista. Mineira. Tatuada. Outono e primavera. Pão de queijo. Livros. Música. Revistas. Cinema. Teatro. Futebol. Cruzeiro. Viagens de carro. Areia e mar. Esmalte colorido. Cerveja gelada. Família grande. Incontáveis amores. Paixonites agudas. Saudade. Simplicidade. Palavras