COMUNICAÇÃO E MARKETING: O LinkedIn mudou! Conheça as novas atualizações da plataforma

A internet é um meio extremamente dinâmico e a todo instante pipocam novidades pela rede. A atenção do usuário é disputada a clique por clique e cada nova atualização pode promover grandes mudanças no cenário online. Os desenvolvedores das redes sociais já entenderam como esse mercado funciona e se dedicam a criar mecanismos que melhorem a experiência do internauta e, dessa forma, consigam manter a atenção e a curiosidade dessas pessoas em seus sites.

De olho em um maior engajamento em sua plataforma, a equipe do LinkedIn anunciou uma série de atualizações: nova interface, mudanças no feed de notícias, melhorias no sistema de mensagens, dentre outras alterações. As novidades chegam ao mercado norte-americano ainda em setembro, já o público brasileiro só poderá testar essas mudanças em outubro, quando está previsto para que as atualizações cheguem a terras tupiniquins.

Em um comunicado publicado em seu blog oficial, a equipe do LinkedIn destaca que “durante o ano passado, nossas equipes de produto e engenharia têm reconstruído e, em alguns casos, completamente remodelado, as experiências na plataforma, com o objetivo de ajudar os nossos mais de 450 milhões de membros a obter maior valor a partir do LinkedIn. Queremos que todos os nossos membros, ao usar o LinkedIn, possam ser mais produtivos e bem-sucedidos, além de ficarem mais conectados e informados, para progredir em suas carreiras”.

Essas mudanças na plataforma não são uma novidade e vêm sendo conduzidas antes mesmo de a Microsoft ter comprado o serviço – operação ocorrida em junho deste ano. A rede social começou a ser repensada no ano passado, quando foi lançado o novo aplicativo para aparelhos móveis. Desde então, os desenvolvedores da companhia vêm conduzindo as mudanças que agora chegam ao público. Conheça as principais novidades:

  • Interface para desktop reformulada: esse é o ponto em que ocorreram as principais mudanças. A nova interface do LinkedIn promete ser mais limpa, simples e intuitiva para que os profissionais cadastrados na rede possam ter acesso facilitado às informações, insights e vagas disponibilizadas no sistema;
  • Feed de notícias organizado por interesse: essa alteração segue uma tendência que já vem sendo utilizada em outras redes sociais e que busca aproximar o usuário do conteúdo que seja mais relevante para ele. Assim, o novo feed pretende levar aos profissionais as notícias e tendências que sejam mais interessantes para ele e para o mercado em que está inserido. Para isso, o LinkedIn irá usar uma combinação de algoritmos que leva em consideração a base de assuntos de interesses dos usuários, combinados com uma série de dados, como profissão, indústria, empresa e localidade;
  • Novo sistema de mensagens: o aplicativo móvel da plataforma foi o principal incentivador dessa mudança. Desde o seu lançamento, a equipe do LinkedIn registrou um aumento de 240% no número de trocas de mensagens. Dessa forma foi desenvolvido um sistema que facilite essas conversas, assim como a utilização de robôs que enviem mensagens que ajudem os usuários a programarem e organizarem seus compromissos;
  • Sistema de ensino: mais do que ser uma rede social para relacionamentos profissionais, o LinkedIn também pretende se tornar uma plataforma para o desenvolvimento e aprimoramento profissional. Uma das novidades a ser implantada é o LinkedIn Learning, que irá reunir conteúdo do Lynda.com – um sistema de estudos online mantido pela rede social – com os dados gerados dentro da própria plataforma para oferecer uma nova experiência de cursos.

LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “COMUNICAÇÃO E MARKETING”

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.