COMUNICAÇÃO E MARKETING: Facebook muda seu algoritmo para valorizar publicações consideradas autênticas

O Facebook é uma rede social que está em constante mutação. Seja por seus usuários que produzem e compartilham os mais diversos conteúdos, seja pela própria plataforma, que adapta constantemente o seu modelo de funcionamento para seguir criando boas experiências para as pessoas. O ano de 2017 é um exemplo disso e algumas mudanças já foram anunciadas pela empresa de Mark Zuckerberg.

Na transição entre 2016 e 2017, o Facebook anunciou o “Live Audio, que permite a transmissão ao vivo de áudios pela plataforma; e na entrada do novo ano, foi a vez de iniciar os testes para inserir anúncios no meio dos vídeos que são upados na rede social. Agora, as mudanças acontecem no próprio algoritmo do Facebook, que foi alterado para privilegiar, no feed dos usuários, as histórias que são consideradas autênticas.

Essas últimas mudanças foram anunciadas no dia 31 de janeiro em um post no seu blog oficial. De acordo com a publicação, “um dos nossos valores de News Feed é a comunicação autêntica. Ouvimos de nossa comunidade que histórias autênticas são as que mais ressoam – aquelas que as pessoas consideram genuínas e não enganosas, sensacionais ou spam”.

Dessa forma, duas mudanças centrais foram anunciadas: 1) incorporar novos sinais para melhor identificar e classificar o conteúdo autêntico; 2) uma nova maneira de prever e classificar em tempo real quando as postagens podem ser mais relevantes para você. Para isso, o algoritmo da rede social vai verificar a proximidade das pessoas com quem você está interagindo e quais são os likes, comentários e compartilhamentos da publicação.

Se, por exemplo, uma determinada postagem é escondida com frequência pelas pessoas que interagem com ela, o algoritmo passará a entender que aquela publicação não é autêntica e, com isso, reduzirá o alcance dela. Porém, se um post se mostrar autêntico com base nesse novo entendimento da plataforma, então a tendência é de que ele apareça mais alto nos feeds dos usuários.

Essa estratégia se alinha a diversas medidas – não só do Facebook, mas de outras plataformas também, como a Google – que fecham o cerco contra conteúdos considerados enganosos. Com esse novo modelo de ranqueamento e validação das postagens, a rede social incentiva e cria mecanismos que garantem maior qualidade dos conteúdos que são publicados.

Porém, ainda não é certo como essas novidades irão impactar as páginas corporativas e a atuação das marcas na rede social. Segundo o próprio Facebook, “prevemos que a maioria das páginas não verá alterações significativas em sua distribuição no feed de notícias. Algumas páginas poderão ver um pequeno aumento no tráfego de referência ou nos cliques de saída, e algumas páginas poderão ver redução menores”.

Mesmo assim, nos resta observa como as alterações no algoritmo da plataforma irá melhorar a experiência de seus usuários e contribuir para a criação de uma cultura em que a qualidade e a relevância dos conteúdos estejam em primeiro plano.

origami

CLIQUE AQUI E LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “COMUNICAÇÃO E MARKETING”

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.