COMUNICAÇÃO E MARKETING: Como o inbound marketing pode ajudar os meus negócios?

O mundo mudou, as pessoas mudaram e os hábitos de consumo também mudaram. E as empresas precisam se adequar a esse novo universo, inclusive adaptando o seus modelos de comunicação e marketing. O ambiente digital, impulsionado pelo crescimento das redes sociais e a popularização dos smartphones, tem cada vez mais relevância na decisão de compra das pessoas. Portanto, uma empresa que não investe em mídia online corre sérios riscos de ser engolida pelos seus concorrentes.

É certo que o outbound marketing ainda segue dando – bons – resultados e essa estratégia não pode ser deixada de lado pelas empresas que buscam um planejamento de comunicação completo. Outdoors, propagandas em TVs e rádios, flyers, veiculação de anúncio em jornais e revistas, assim como outras ações tradicionais, ainda conseguem atingir o público e levá-los a consumir nas empresas.

Diferente desse modelo tradicional, o marketing digital procura comunicar com um novo perfil de consumidores e oferecer novas soluções para a divulgação de marcas, produtos e serviços. O inbound marketing, em suas estratégias, por exemplo, gera interesse nas pessoas sobre um produto ou serviço, busca estabelecer autoridade das empresas dentro de um mercado, cria um canal de comunicação em que consumidores têm acesso a conteúdos valiosos e gera um novo patamar de comunicação entre a marca e o seu público.

Dessa forma, o inbound marketing pode se basear em quatro pilares: atração, em que faz o primeiro contato com o consumidor e trabalha o seu interesse; conversão, em que filtra os possíveis compradores e dá início às vendas; venda, em que a pessoa se torna um cliente da empresa; e monitoramento, em que será dada continuidade ao relacionamento com o cliente e incentivar novas vendas.

Clientes qualificados

O inbound marketing tem a vantagem de conseguir diagnosticar e captar consumidores qualificados, ou seja, pessoas que realmente tem perfil para consumir seus produtos ou serviços. A chance de fechar negócio com esse público é maior, além, é claro, de permitir a criação de campanhas e ações direcionadas a um grupo de pessoas – a comunicação é bem mais fácil.

Porém, para conseguir alcançar esses consumidores é preciso aliar a sua equipe de marketing à equipe de vendas. Assim, às informações geradas pelo marketing digital podem ser aproveitadas pelos vendedores, que saberão quais os clientes que devem procurar.

Conhecendo o público alvo

Nas redes sociais e nos cadastros feitos nos sites estão reunidas uma gama de informações que ajudam a equipe de marketing a conhecer melhor quem são as pessoas que se relacionam com determinada marca. Além disso, as ferramentas de mensuração de sites, blogs e redes sociais também fornecem dados valiosos para os trabalhos de divulgação e venda.

Como já relatado nos tópicos anteriores, essas informações permitem a elaboração de ações e o planejamento de estratégias mais direcionadas. Outra vantagem é a possibilidade de medir com precisão o resultado de cada ação online.

Fidelizando o cliente

O processo de vendas não termina quando um cliente sai da sua loja com um produto. É preciso saber cativar essas pessoas para que eles retornem e continuem consumindo com você. Para uma empresa, é muito mais barato investir em ações de fidelização dos clientes do que em estratégias para a captação de novos consumidores.

O inbound marketing atua de modo a cativar as pessoas por meio de conteúdos valiosos – como e-books, newsletters e informativos – e, assim, mantendo o interesse das pessoas em determinada área e deixando uma porta aberta para que novos negócios possam ser feitos.

origami

LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “COMUNICAÇÃO E MARKETING”

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.