COMUNICAÇÃO E MARKETING: Cinco erros para serem evitados na sua página do Facebook

Quando falamos em marketing digital é praticamente impossível não pensar em redes sociais. Diariamente dedicamos algumas horas do nosso dia acessando sites e aplicativos como Facebook, Instagram e Twitter. E as empresas estão atentas a esse comportamento, tanto que a muito elas vêm investindo em divulgação online. Hoje, para se consolidar no mercado, é aconselhável que as marcas tenham alguma presença na Internet.

Porém, muitos empresários ao se aventurarem nas redes sociais acabam cometendo diversos deslizes. Às vezes por não conhecer a plataforma que está usando, outras vezes por não possuir maiores conhecimentos sobre marketing. Mas, se tratando de gestão de imagem, qualquer erro pode ter um impacto enorme para uma empresa e prejudicar os seus negócios. Na hora de criar um perfil em alguma rede social é preciso saber bem como será a sua atuação.

Neste artigo preparamos uma lista com cinco erros comuns que as marcas cometem no Facebook – a principal rede social no mundo. Confira:

Pessoal vs profissional

Provavelmente você deve ter o seu perfil no Facebook. Mas não é por isso que ele deve se tornar também o veículo de comunicação da sua empresa. Para isso é que as fanpages estão aí: trabalhar em favor de uma marca. A sua imagem pode até ter importância para as suas estratégias comerciais e de divulgação, mas essa é a imagem construída levando em consideração a sua faceta como empresário.

Agora, os seus clientes não estão lá muito interessados em te ver tomando sol em uma praia, comemorando um gol no futebol de domingo ou preparando um churrasco para os seus amigos. Bom, falando em amigos, esses, sim, podem se interessar por esses posts pessoais. Misturar publicações pessoais com as profissionais não é interessante para os negócios e para a imagem da sua empresa.

Imagina você fazendo uma piada com o time de futebol adversário, um comentário sarcástico sobre determinada religião ou emitir uma opinião sobre posicionamento político em um perfil ou página que compartilha com a sua empresa… as chances de deixar de fazer um negócio ou conquistar um cliente são enormes. E pior: essa imagem negativa pode se espalhar.

Acerte no português

Erros ortográficos e gramaticais devem ficar longe da sua fanpage. E não me venha dizer que na Internet alguns errinhos são permitidos, pois não são! Veicular um conteúdo ou fazer uma postagem recheada de erros de português tira a credibilidade da sua marca e ainda pode te transformar no próximo meme – só que não de uma maneira positiva. A “propaganda”, neste caso, terá um efeito bastante negativo.

Apagar comentários ruins

Não faça isso! Exatamente, não delete os comentários negativos que possam aparecer na sua fanpage. Um dos princípios da Internet é a liberdade que as pessoas têm para se manifestar, seja elogiando o que agrada ou criticando aquilo que desagrada. E não adianta achar que pode ter controle sobre essas manifestações, pois não terá e elas vão acontecer de uma maneira ou outra.

Em tempos de prints, rápidos compartilhamentos e acesso fácil ao meio digital, é impossível deletar algum comentário e achar que ninguém verá ou ficará sabendo. Apagar comentários servirá apenas para mostrar certa tirania e pouca disposição para corrigir os erros. Em vez de querer jogar tudo para lixeira aproveite para saber quais os seus pontos negativos e trabalhar o marketing de relacionamento com as pessoas que se mostram insatisfeitas. Há uma oportunidade aí.

Não se relacionar

Você está em uma rede social, certo? Então as pessoas esperam que você esteja disposto a se relacionar. O engajamento – as pessoas conversando, comentando e se relacionando – é alvo de busca constante pelas empresas. Se isso estiver acontecendo com a sua marca é porque você está no caminho certo… mas deixar de se relacionar é prejudicar todo um trabalho de marketing.

A sua audiência é importante! Curta, comente e dê atenção aos seus seguidores. Mostre para as pessoas que a sua empresa está disposta a conversar e se relacionar com eles. Além disso, lembre-se que quanto maior o engajamento em uma publicação maior relevância ela terá para o Facebook – e mais pessoas verão essa publicação.

Ser engraçadinho até demais

Com certeza você já viu empresas apostando no humor para a sua produção de conteúdo. E isso acontece porque postagens engraçadas conseguem, sim, cativar e engajar seguidores. Mas isso só acontece quando o conteúdo é muito bem construído. Porém, antes de sair apostando em qualquer meme que aparece em sua timeline, saiba dosar e usar o humor nas publicações.

Uma empresa, para explorar os memes, tem que ficar atenta a dois quesitos: timing e relação com a marca. Há piadas, brincadeiras e postura que simplesmente não têm nada a ver com a sua empresa, logo não é um tipo de conteúdo que deve aparecer na sua fanpage. Ou então o seu público não está interessado em posts humorísticos – e, portanto, não devem ser usados.

Além disso, existem momentos para se fazer piadas. Algumas delas já podem estar bem antigas quando resolver compartilhá-las. E se isso acontecer a piada tende a ser você. Pense bem antes de apostar no humor para alguma publicação.

Se tornar um spam

Uma fanpage precisa de conteúdo senão tende a ser esquecida. E uma fanpage irrelevante não é interessante para uma marca. Porém, exagerar na quantidade de publicações e encher a timeline de seus seguidores com postagens também é algo ruim. Os usuários do Facebook não gostam disso e a sua empresa pode passar a ser vista como uma produtora de spam. E eu sei que nem você gosta de spam, então não seja um spammer.

origami

LEIA OUTROS ARTIGOS DA COLUNA “COMUNICAÇÃO E MARKETING”

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.