CINEMA: Um olhar sobre uma das melhores produções do cinema argentino

Para quem conhece um pouco do cinema latino-americano sabe das grandes obras que surgem na nossa vizinha Argentina. Nos últimos tempos tenho me dedicado a assistir algumas de suas produções e a me encantar com elas. A comédia dramática “Um Conto Chinês”, a crônica moderna “Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Virtual” e o drama contemporâneo “XXY” são alguns exemplos da diversidade e qualidade das películas argentinas.

Mas o trabalho que mais me marcou é o espetacular “O Segredo dos Seus Olhos”, que tem a seu serviço o talento de Ricardo Darín, um dos grandes atores argentinos. Dirigido por Juan José Campanella, o filme concorreu em 2010 ao Oscar de Melhor Produção Estrangeira – e levou a estatueta, sendo a segunda produção da Argentina a conquistar tal feito. Um feito bastante notável para os trabalhos cinematográficos da América Latina.

No filme, Darín dá vida a Benjamin Espósito, um oficial de justiça aposentado que resolve escrever um livro com as suas memórias. Entre diversas tentativas acaba optando por contar o caso que mais marcou a sua carreira no Tribunal Penal de Buenos Aires. Durante a sua investida como escritor, Benjamin Espósito acaba revendo o caso de homicídio que investigou em 1974. Um processo que o leva a questionar as decisões que foram tomadas nessa época.

Esse é o ponto de partida para que o oficial de justiça aposentado tente colocar um fim àquela história que ainda permanece aberta em sua memória. A sua trajetória é acompanhada por Irene Menéndez Hastings (Soledad Villamil, considerada atriz revelação do filme), que é chefe e interesse amoroso de Espósito; e Pablo Sandoval (Guillermo Francella em uma atuação magistral), colega de trabalho e amigo de nosso pretenso escritor.

O filme se apresenta como um thriller policial, mas deixa de lado os tiros e as explosões para culminar em uma bela história com fundo psicológico. Diversos elementos desse gênero estão presentes: assassinato, intriga, investigações e reviravoltas. Porém, os tremas centrais acabam sendo o amor, a melancolia e as suas consequências – contados a partir de belos diálogos, planos de filmagem muito bem montados e uma verdadeira aula no uso de flashbacks.

A película é baseada no livro “La Pregunta de Sus Ojos”, de Eduardo Sacheri, que também assina o roteiro da produção audiovisual. Talvez por esse trabalho a história contada em vídeo chega a rivalizar – e até mesmo superar – a sua inspiração vinda das páginas encadernadas. Algo raro quando se trata de adaptações cinematográficas. Ainda mais quando feita com um orçamento de apenas € 2 milhões. O suficiente para colocar esse filme entre as produções que todo mundo deveria assistir em algum momento da sua vida.

FICHA TÉCNICA

Nome original: El Secreto de Sus Ojos
País de origem: Argentina, Espanha
Ano de lançamento: 2009
Gênero: Drama, mistério, thriller
Duração: 127 min
Diretor: Juan José Campanella
Roteiristas: Eduardo Sacheri
Elenco: Ricardo Darín, Soledad Villamil, Pablo Rago, Javier Godino, Guillermo Francella, Carla Quevedo, Bárbara Palladino

TRAILER

Comentários

A profissão é jornalista. A diversão é um livro. Mas também pode ser um filme ou uma série. O esporte é futebol - desde que acompanhado do sofá da sala. O universo digital exerce grande interesse. Não dispensa uma xícara de café ou um copinho de cerveja.